Brincadeira também tem Limites

COMPARTILHE:

Lembro-me de uma brincadeira de quando era criança (ainda brinco com meus alunos), que consistia em pedir que um colega digitasse um número...

Lembro-me de uma brincadeira de quando era criança (ainda brinco com meus alunos), que consistia em pedir que um colega digitasse um número de telefone na calculadora e depois o multiplicasse por um número inteiro qualquer (sem deixar ninguém ver), em seguida tomava a calculadora e apertava várias vezes no botão de raiz quadrada (√) até obter no visor da calculadora o número 1. Quando aparece o número “um”, basta clicar no botão igual e é mostrado o número do telefone digitado no início.

Brincadeira também tem Limites

Isso é mágica! Como é possível? Mágica com uma calculadora? Isso acontece porque quando chegamos a “1” e apertamos o botão igual a máquina faz a operação anterior novamente (no caso, a multiplicação), ou seja, o número que foi digitado antes é revelado pois foi multiplicado pela unidade. Podemos observar isso ao fazermos a potenciação na calculadora só com os botões x e =, por exemplo, obter 24.

Quando fazemos 2 x 2 = 4, em seguida ao digitar a tecla igual o resultado é multiplicado por 2 novamente, pois a última operação anterior é 2 x, então o processo acima obtém o resultado 2 x 2 x 2 x 2 = 24 = 16.

Vejamos como se dá o processo:

1. Digitamos um número real positivo x;
2. Multiplicamos por outro número k (qualquer número real positivo);
3. Pressionando o botão igual obtemos um número real positivo k.x;
4. Extraímos “n” vezes a raiz quadrada de k.x até igualarmos a 1;
5. Quando visualizarmos o número 1 no visor, pressionamos a tecla igual, então é revelado o número x que era desconhecido.

Só encontramos o valor do número x porque a calculadora guarda em sua memória o número antecessor à última operação realizada e ao extrairmos várias vezes a raiz quadrada de um número real positivo obtemos sempre o número 1 (quanto maior for a precisão da calculadora mais demorado fica de obter 1). Na verdade, a extração de raízes quadradas ou cúbicas sucessivas de um número real positivo tem como “limite” o valor 1.

Acompanhe a Álgebra por trás dessa inocente brincadeirinha.

Matematicamente podemos mostrar que a extração da raiz quadrada sucessivas vezes tem um “valor limite” igual a um.

Assim:



Aplicando log (logaritmo) em ambos os membros, temos:


Note que quando (lê-se: “n” tende a infinito), ou seja, um número natural muito grande, assim   também se torna extremamente grande, enquanto seu inverso,  se aproxima de zero ou    .

Então:



Um exemplo: 

Suponhamos que seu número de telefone seja 2009 2009, multiplique-o por 9 (mas pode escolher outro número se preferir), obtendo 180828081. Usando uma calculadora cientifica com 10 dígitos encontramos . Ou seja, extraindo a raiz quadrada 37 vezes sucessivamente obtemos o “valor limite” 1, em calculadoras com menos dígitos chegamos ao valor limite com um processo mais curto. Depois disso, aperte o botão igual que é revelado o número “secreto”, 2009 2009. 

Faça essa brincadeira com os seus amigos!


Registro todos os créditos aos cálculos algébricos de meu amigo Prof. Patrício Souza (colega de formatura em 2007)

COMENTÁRIOS

BLOGGER
Nome

android,27,aplicações matemáticas,119,Aprender Matemática,30,Artigo Convidado,50,Biologia,1,blog,49,Blogger,3,Camisetas de exatas,3,Carl Sagan Day,1,chrome,9,cinema,12,Concursos,3,Curiosidades matemáticas,102,curso online,10,Desafios matemáticos,44,destaque,1,determinantes,3,Dia do Estudante,1,Dia do Professor,10,Diario Escolar Digital,5,Dica de economia,4,dica de livro,32,Dica para professor,43,divulgação,60,E-book,4,Editorial,21,educação,106,ENEM,1,ensino,139,Entrevista,8,eventos,19,excel,24,extensões,11,Facebook,8,feira do livro,4,firefox,2,frações,6,funções,9,geogebra,78,GifsMatemáticos,5,google,42,história da matemática,40,humor,58,IMO,2,InternetJusta,1,iOS,19,iPad,7,iPhone,3,jogos,27,Katex,1,Latex,20,LibreOffice,11,linux,49,Livro GeoGebra,5,Mapa Mental,1,Matemática e profissões,20,Matemático do dia,27,Materiais GeoGebra,23,Mathjax,2,Netflix,7,Noticias,132,OBMEP,1,One Strange Rock,1,Papel milimetrado,4,Pi Day,16,piadas matemáticas,13,PodCast,4,política,3,premiações,7,professor,6,promoção,13,Quiz,22,Resenhas de Livros,1,Resposta Desafios,1,Sebastião Vieira,22,software,18,Software Livre,50,Tabuada,5,TCC,17,Telegram,8,TexMath,4,TIC,32,Top artigos,4,ubuntu,15,Videos,104,wallpapers matemáticos,23,Widgets,26,windows,41,wolfram alpha,30,Youtube,16,
ltr
item
Prof. Edigley Alexandre - O blog para professores e estudantes de Matemática: Brincadeira também tem Limites
Brincadeira também tem Limites
http://2.bp.blogspot.com/-WFb8d3ITrBY/TuZZOEL6sNI/AAAAAAAACNY/Qbt8QJzE3Rg/s320/Brincadeira+tamb%25C3%25A9m+tem+Limites.jpg
http://2.bp.blogspot.com/-WFb8d3ITrBY/TuZZOEL6sNI/AAAAAAAACNY/Qbt8QJzE3Rg/s72-c/Brincadeira+tamb%25C3%25A9m+tem+Limites.jpg
Prof. Edigley Alexandre - O blog para professores e estudantes de Matemática
https://www.prof-edigleyalexandre.com/2011/12/brincadeira-tambem-tem-limites.html
https://www.prof-edigleyalexandre.com/
https://www.prof-edigleyalexandre.com/
https://www.prof-edigleyalexandre.com/2011/12/brincadeira-tambem-tem-limites.html
true
125900602153146940
UTF-8
Carregar mais posts Não foram encontrados posts VER TODOS Leia mais Responder Cancelar resposta Delete Por Início PÁGINAS POSTS VER TODOS RECOMENDADOS PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISE TODOS OS POSTS Não foi encontrada nenhuma correspondência de postagem com sua solicitação VOLTAR Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO PREMIUM ESTÁ BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhar em uma rede social PASSO 2: Clique no link da sua rede social Copiar todo o código Selecioinar todo o código Todos os códigos foram copiados para a área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar