Quem inventou a Matemática? Como surgiu? Aonde surgiu? Como surgiu o número 1?
Sempre ouço perguntas do meus alunos, do tipo: Quem inventou a Matemática? Como surgiu? Aonde surgiu?

Documentário sobre a história do número 1

Como minhas explicações não são suficientes recorro aos excelentes documentários produzidos pela BBC. A "A História do Número 1" é um deles. Apresentado por Terry Jones com pitadas de humor seco, é mostrado a história desse número e sua ligação com história das civilizações ao longo dos tempos.
ishango
Ishango

O herói desta história é um mestre na arte do disfarce. Para algumas pessoas ele apareceu em forma de cunha, para outras como um cone. Mas independente da forma que assumiu, ele sempre foi o número "1". Sua história é a nossa história. É uma história de lutas, de sabedoria, de filosofia. Uma história sobre as origens dos números. Nós veremos como o "1" ajudou a criar as primeiras cidades, como ajudou a construir impérios, e como inspirou as mentes mais brilhantes da história.

Também conheceremos sua participação no modo de funcionamento do dinheiro. Por fim veremos como o "1" se associou ao "0" para dominar o mundo em que vivemos hoje. O mundo digital que funciona com "1"s e "0"s.



Se o vídeo estiver fora do ar, me avise. Se preferir pode fazer o download do documentário em 6 partes clicando nos botões abaixo.

Vídeos hospedados no MEGA.
Cada arquivo tem no máximo 26MB. Vídeo completo: 189MB.

Vídeo 1 Vídeo 2 Vídeo 3
Vídeo 4 Vídeo 5 Vídeo 6

Vídeo completo
Edigley Alexandre

Edigley Alexandre

Graduado em Matemática pelo DME na UERN em 2007, leciona Geometria, Matemática e Física. Blogueiro Part-Time desde 2007. Membro do Google+ Create em Português. Seu interesse é compartilhar conhecimento matemático interligado à Tecnologia da Informação e Comunicação, assim como artigos de opinião sobre Educação, Matemática e Educação Matemática.

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

0 comentários: