Este é o widget de número 16, criado usando o Wolfram | Alpha. Veja todos os outros destacados em categorias clicando na imagem abaixo.
Este é o widget de número 16, criado usando o Wolfram | Alpha. Veja todos os outros destacados em categorias clicando na imagem abaixo.

Para alunos de cursos superiores que estão iniciando os estudos sobre Cálculo Diferencial e Integral, esta ferramenta servirá como um auxílio muito importante, quando não se tem alguém para verificar se seu desenvolvimento está correto ou não, em relação aos seus exercícios, pois é comum a insegurança nesta disciplina no começo da graduação.

O widget não gerará todo o processo de um limite de uma função. Ele mostrará apenas a resposta final. Então resolva sua lista de exercícios e depois verifique se suas respostas estão corretas, inserindo as funções no widget abaixo.

Calcule o limite de funções matemáticas com este widget

As funções devem ser inseridas seguidas do comando: as x->0, que indica o limite que tende a função.

Exemplos:
  • (x^2-4)/(x-2) as x->0
  • (1+1/n)^n as n->infinity
  • (senx - sena)/(x-a) as x->a

Lembrando que é necessário ter uma noção básica da simbologia de como as funções matemáticas devem ser inseridas, caso contrário uma mensagem de erro será informada. 

Por exemplo:
  • Potenciação: $x^{7}-24=0$ código: x^7-24=0.
  • Radiciação: $\sqrt[3]{x^{7}-24}$ código: (x^7-24)^(1/3).
  • Módulo: $|x-3|$ código: abs (x-3).

ABRIR WIDGET
Edigley Alexandre

Edigley Alexandre

Graduado em Matemática pelo DME na UERN em 2007, leciona Geometria, Matemática e Física. Blogueiro Part-Time desde 2007. Membro do Google+ Create em Português. Seu interesse é compartilhar conhecimento matemático interligado à Tecnologia da Informação e Comunicação, assim como artigos de opinião sobre Educação, Matemática e Educação Matemática.

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

0 comentários: