Em 2010 dois geeks, um engenheiro japonês e um estudante americano de Ciência da Computação, conseguiram quebrar um recorde mundial para dígitos do número Pi. Mas não sem a ajuda de uma máquina poderosa e uma ferramenta que os ajudaram a alcançar este feito. Me refiro a um computador e um software.
Em 2010 dois geeks, um engenheiro japonês e um estudante americano de Ciência da Computação, conseguiram quebrar um recorde mundial para dígitos do número $\pi$ (Pi). Mas não sem a ajuda de uma máquina poderosa e uma ferramenta que os ajudaram a alcançar este feito. Me refiro a um computador e um software.

Em 1949, John von Neumann e seus colegas usaram ENIAC para calcular o 2037ª dígito para $\pi$ (Pi). E em 17 de outubro de 2011, após 371 dias da computação, Shigeru Kondo terminou cálculo do $\pi$ (Pi) em 10 trilhões de casas decimais. 


Leia também:

A imagem abaixo é adaptada de uma peça bastante simples, mas eficaz, de visualização de dados, criado pelo pessoal do estúdio de design TWO-N, que representa os primeiros quatro milhões de dígitos do $\pi$ (Pi) em uma bagunça brilhante de pontilhismo interativo.

4 milhões de dígitos do Pi em uma imagem
Clique na imagem para ampliar

Mais detalhes em io9.com no link abaixo.

Fonte: io9, Tecnoblog e Gismodo.

Conteúdos:


Edigley Alexandre

Edigley Alexandre

Graduado em Matemática pelo DME na UERN em 2007, leciona Geometria, Matemática e Física. Blogueiro Part-Time desde 2007. Membro do Google+ Create em Português. Seu interesse é compartilhar conhecimento matemático interligado à Tecnologia da Informação e Comunicação, assim como artigos de opinião sobre Educação, Matemática e Educação Matemática.

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

0 comentários: