Mesmo com a alta tecnologia que é empregada para se calcular situações nas engenharias, astronomia, medicina, etc., ainda sim, fica aquela dúvida em saber qual a matemática por trás de todo o processo.
Se assim como eu, você tem suas dúvidas quanto as quantificações dos elementos naturais presentes no nosso planeta, como suas próprias medidas de comprimento, superfície, capacidade ou volume, saiba que não estás sozinho.

Minha mente é um oceano de curiosidades. Estou sempre assistindo documentários, lendo revistas, blogs, sobre astronomia (como descobrem planetas, estrelas, etc.).

Mesmo com a alta tecnologia que é empregada para se calcular qualquer tipo de situação (engenharias, astronomia, medicina, etc.), ainda sim, fica aquela dúvida em saber qual a matemática por trás de todo o processo. Por exemplo, como é calculado as distâncias entre os planetas, sua massa e todas as suas características?

Como se calcula o "peso" da Terra?

No artigo Determinando a massa da Terra, escrito por Kleber Kilhian no blog O Baricentro da Mente, você encontrará ricas informações baseadas nas Leis de Newton, onde através de uma demonstração algébrica e uma aplicação numérica é possível entender como se calcula o "peso" (massa) do planeta Terra.

O artigo tem uma linguagem que será mais compreendida por alunos do Ensino Médio e Superior (não desmerecendo a capacidade intelectual dos demais), pois o post carrega uma demonstração algébrica abstrata, porém, se analisada calmamente poderá ser entendida sem muito esforço.

Aproveite o artigo!
Edigley Alexandre

Edigley Alexandre

Graduado em Matemática pelo DME na UERN em 2007, leciona Geometria, Matemática e Física. Blogueiro Part-Time desde 2007. Membro do Google+ Create em Português. Seu interesse é compartilhar conhecimento matemático interligado à Tecnologia da Informação e Comunicação, assim como artigos de opinião sobre Educação, Matemática e Educação Matemática.

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

0 comentários: