Com o PoliGauss você pode gerar e resolver equações polinomiais de 2º, 3º, 4º e 5º grau, com apenas alguns cliques.
Com o PoliGauss você pode gerar e resolver equações polinomiais de 2º, 3º, 4º e 5º grau, com apenas alguns cliques. Criado por +Henrique Felipe, o PoliGauss faz parte de seus projetos pessoais onde ele desenvolve aplicativos matemáticos em Java, que podem ser executados em um computador (versão java) e em um navegador de internet (versão Java+HTML).

Nesse aplicativo, nenhuma das raízes das equações geradas são complexas ou irracionais. Em todas as equações geradas, o número de raízes é igual ao grau da equação (incluindo raízes repetidas).

Recentemente ele lançou a versão deste aplicativo para dispositivos móveis que rodam o sistema Android.

Acesse mais detalhes sobre os aplicativos e como eles foram criados. Em seu blog, além de disponibilizar os aplicativos para download, +Henrique Felipe também mostra o código escrito em Java, dicas e sugestões.

Construa e resolva equações polinomiais com alguns cliques
O aplicativo pode gerar mais de 4 milhões de equações

Acesse os projetos.

Atualização: programa descontinuado.

Versão Java e HTML | Versão para Android

IMPORTANTE: Este aplicativo não tem a função de responder todas as suas perguntas com base em alguma consulta, mas auxiliá-lo na correção de seus cálculos sobre equações polinomiais, evitando assim o desperdício de papel, refazendo os cálculos diversas vezes.

Edigley Alexandre

Edigley Alexandre

Graduado em Matemática pelo DME na UERN em 2007, leciona Geometria, Matemática e Física. Blogueiro Part-Time desde 2007. Membro do Google+ Create em Português. Seu interesse é compartilhar conhecimento matemático interligado à Tecnologia da Informação e Comunicação, assim como artigos de opinião sobre Educação, Matemática e Educação Matemática.

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

0 comentários: