Uma equipe de cientistas dinamarqueses e norte-americanos pretendem revolucionar a rede mundial de computadores - a Internet. Equações matemáticas podem fazer da Internet via computador, telefone celular ou via satélite muito mais veloz e segura do que é hoje.
Uma equipe de cientistas dinamarqueses e norte-americanos pretendem revolucionar a rede mundial de computadores - a Internet. Equações matemáticas podem fazer da Internet via computador, telefone celular ou via satélite muito mais veloz e segura do que é hoje.

A Matemática pode tornar a Internet 5 a 10 vezes mais veloz
Janus Heide e Morten Videbæk Pedersen. Co-fundadores da empresa de software "Steinwurf".

Os resultados com o software desenvolvido por pesquisadores da Universidade de Aalborg, em colaboração com as universidades norte-americanas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e California Institute of Technology (Caltech) estão atraindo a atenção da mídia internacional de tecnologia.

Esta nova tecnologia não diz respeito ao aumento na largura de banda, e sim a criação de uma nova metodologia de transferência de dados que não “entopem” na rede.

Um vídeo de quatro minutos que usou a nova técnica de transmissão foi reproduzido sem pausas ou falhas, enquanto o mesmo vídeo assistido com a Internet padrão conhecida parou 13 vezes. Afirmam os pesquisadores.

Os cientistas desenvolveram uma codificação diferente do tráfego de rede, através do desenvolvimento de equações. Eles afirmam que as transmissões enviadas utilizando esta nova tecnologia não são pacotes, são "equações matemáticas".

Quem já estudou um pouco sobre redes de computadores, sabem que, a grosso modo, as informações (documentos, músicas, vídeos, etc.) são enviadas por pacotes (tudo em código binário). Esse processo de envio e recebimento é repetido ao extremo afim de que os dados transmitidos não sejam perdidos ou sejam transferidos com erros. Com a nova tecnologia desenvolvida, é possível "limpar" a Internet e criar uma rede muito mais veloz usando uma equação matemática.

Com os sistemas atuais, nós enviamos o pacote 1, o pacote 2, o pacote 3 e assim por diante. Nós substituímos isso por uma equação matemática. Nós não enviamos pacotes. Nós enviamos uma equação matemática. [Frank Fitzek, um dos pioneiros do desenvolvimento de codificação de rede]

A pergunta que não quer calar: que equações são essas? Fiquei curioso demais para saber. Será equações diferenciais? Álgebra Linear? O que importa mesmo é ver mais uma vez a aplicação da Matemática para a melhoria de uma área tão importante no mundo moderno de hoje, como a Internet.

Mais detalhes, leia o artigo original em Aalborg University.

Link removido: http://www.en.aau.dk/News+and+Events/News//math-can-make-the-internet-5-10-times-faster.cid102747.
Edigley Alexandre

Edigley Alexandre

Graduado em Matemática pelo DME na UERN em 2007, leciona Geometria, Matemática e Física. Blogueiro Part-Time desde 2007. Membro do Google+ Create em Português. Seu interesse é compartilhar conhecimento matemático interligado à Tecnologia da Informação e Comunicação, assim como artigos de opinião sobre Educação, Matemática e Educação Matemática.

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

2 comentários:

  1. A matemática é percebida aplicada!... A utilizamos constantemente sem perceber, e por vezes, estão conteúdos que nunca percebemos ter aplicabilidade... E parte disso se deve aos avanços tecnológicos cada vez mais exponenciais.
    Concordo com a questão... Que equações?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Charles!

      É, faltou a universidade dar mais informações sobre a Matemática direta que foi aplicada para esta nova tecnologia.

      Um abraço!

      Excluir