Você sabe reconhecer quando não sabe ou quando não consegue entender sobre algum conteúdo matemático?
Está aí uma ideia que acredito e sempre falo para os meus alunos. "Medir" a aprendizagem dos nossos alunos é uma tarefa muito complexa. De fato, uma nota apenas quantifica um aluno em uma "avaliação". Levando em consideração uma nota, já fiz um comparativo de qualidade (aprendizagem real) VS quantidade (apenas nota) e o resultado já era esperado.

O aluno que tirou um 9,0 na prova não conseguia justificar seus argumentos de forma satisfatória. Já o aluno que tirou um 5,0, conseguia desenvolver melhor seus argumentos. Isso não é caso geral, no entanto também não podemos generalizar dizendo que aluno que tira nota baixa é porque não aprendeu direito.

Assista esse trecho do vídeo: "Os 3 estágios da Matemática", segundo o professor Emanuel Carneiro, professor associado do IMPA. O vídeo já está adiantado para o ponto específico, basta clicar no botão abaixo. Se o vídeo estiver fora do ar, baixe-o através do meu Google Drive.

Trecho do vídeo

Os 3 estágios da Aprendizagem em Matemática [vídeo]

Por que isso acontece?

Já tive alunos que odiavam fazer provas, mas sabiam argumentar conceitos matemáticos e defender os seus argumentos de maneira incrível, o que seria impossível em uma prova de 10 questões selecionadas de 4 capítulos em um bimestre.

Avaliar alunos apenas através de provas é um erro, pois nesse caso é medido apenas um ponto específico. Não confunda testar conhecimentos específicos com avaliar a aprendizagem significativa.

Depois de tantas explicações e observações pontuais específicas sobre o conteúdo em questão, anotei uma série de instruções para ser realizada em casa pelo aluno. Como não há tempo suficiente para auxiliá-lo individualmente, a ideia que veio em minha mente é de saber o porquê de ele não aprender. Conheça o "método" do faça errado, mesmo sem saber como. [Trecho do artigo Você é um aluno fraquinho!]

Os 3 estágios da Matemática, segundo o professor Emanuel Carneiro, professor associado do IMPA.

1º) Não sabe fazer e pensa que sabe.
2º) Não sabe fazer mas sabe que não sabe.
3º) Você sabe fazer.

Ver vídeo no topo.
Edigley Alexandre

Edigley Alexandre

Graduado em Matemática pelo DME na UERN em 2007, leciona Geometria, Matemática e Física. Blogueiro Part-Time desde 2007. Membro do Google+ Create em Português. Seu interesse é compartilhar conhecimento matemático interligado à Tecnologia da Informação e Comunicação, assim como artigos de opinião sobre Educação, Matemática e Educação Matemática.

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

0 comentários: