Já segue o canal do blog no Telegram? Conheça o Telegram nesse artigo. É melhor do que o Whatsapp!😍
Camisetas Exatas

Vamos mostrar a seguir, uma fórmula prática, por meio da qual o consumidor descobrirá se a taxa de juros, anunciada em lojas, bancos ou financeiras, é falsa ou verdadeira.
Vamos mostrar a seguir, uma fórmula prática, por meio da qual o consumidor descobrirá se a taxa de juros, anunciada em lojas, bancos ou financeiras, é falsa ou verdadeira.

O que o leitor vai achar de curioso? O curioso é que você, caro leitor, não vai ser preciso usar calculadora financeira ou Excel para calcular a taxa de juros cobrada.

Com a fórmula e uma calculadora científica em mãos, o consumidor terá duas ferramentas para saber se a taxa anunciada pelo banco, financeira ou loja, é maior ou igual à taxa anunciada. Ou como também comparar as taxas entre duas ou mais lojas, entre dois ou mais bancos, entre duas ou mais financeiras onde está sendo cobrada a menor taxa de juros.

Apenas com um exemplo resolvido com uma calculadora científica, é o suficiente para qualquer consumidor entender a resolução, e para o consumidor resolver quaisquer outros exemplos semelhantes, basta que saiba manejar uma calculadora científica.

🙄 Como descobrir se a taxa de juros, anunciada em lojas, bancos ou financeiras, é falsa ou verdadeira?

EXEMPLO 1

Suponha que numa loja está o seguinte anúncio relativo à venda de um produto:

À VISTA: $\text{R}\$\ 1500,00$

A PRAZO: $6$ prestações: $1 + 5$ de $\text{R}\$\ 301,83$

TAXA DE JUROS: $5\%$ ao mês

Pergunta-se: em relação à taxa de juros o anúncio é falso ou verdadeiro?

FÓRMULA: $R=\cfrac{VF \cdot i}{1-\left ( 1+i \right )^{1-n}}$

Na qual:
  • $R$: Valor a ser comparado com a prestação da loja.
  • $VF = PV – E$: Valor financiado.
  • $PV$: Preço à vista.
  • $E$: Entrada.
  • $i$:Taxa de juros anunciada pela loja.
  • $1 – n$: Número de prestações (o número 1(um) exclui a entrada).

OBSERVAÇÃO: Se não houver entrada, o valor financiado é o próprio valor à vista, e o número de prestações, em vez de ser $(1-n)$, será $(-n)$. Como saber se o anúncio é falso ou verdadeiro?

Se o valor de $R$, calculado pela fórmula, for menor que o valor da prestação, é sinal de que a taxa de juros cobrada é maior que a taxa de juros anunciada, ou seja, o anúncio é falso.

Se o valor de $R$, calculado pela fórmula, for igual ao valor da prestação (com diferença apenas nas casas decimais), então, a taxa de juros anunciada é igual à taxa de juros cobrada pela loja, ou seja, o anúncio é verdadeiro.

DADOS:

$PV=$ $\text{R}\$\ 1500,00$
$E=$ $\text{R}\$\ 301,83$
$VF=PV-E=$ $\text{R}\$\ 1500,00$-$\text{R}\$\ 301,83$=$\text{R}\$\ 1198,17$
$1-n=1-6$
$R=?$
$i=5 \%$ ao mês $= \cfrac{5}{100}=0,05$

SOLUÇÃO: $R=\cfrac{1198,17 \cdot 0,05}{1-(1+0,05)^{1-6}}=\cfrac{59,91}{0,216474}=276,75$

Resposta: Como $R = 276,75$ é menor que $\text{R}\$\ 301,83$ (valor da prestação da loja), logo, a taxa de juros cobrada pela loja é maior que $5\%$ ao mês e, consequentemente, o anúncio é falso.

Calculando a taxa de juros por meio da calculadora HP-12C ou pelo Excel, obtém-se: $8,22 \%$ ao mês.

Resultado que comprova a validade da fórmula.

EXEMPLO 2

Suponha que noutra loja está o seguinte anúncio relativo à venda de um produto:

À VISTA: $\text{R}\$\ 500,00$

A PRAZO: $3$ prestações de $\text{R}\$\ 183,60$

TAXA DE JUROS: $4\%$ ao mês

Pergunta-se: em relação à taxa de juros o anúncio é falso ou verdadeiro?

DADOS:

$VF=$ $\text{R}\$\ 500,00$ (preço à vista)
$R=\text{R}\$\ 183,60$ (valor de cada prestação)
$n=3$ (número de prestações)
$i=4 \%$ ao mês $= \cfrac{4}{100} = 0,04$

SOLUÇÃO: $R=\cfrac{500 \cdot 0,04}{1-(1+0,04)^{-3}}=\cfrac{20}{0,111004}=180,17$.

Resposta: Como $R=$ $\text{R}\$\ 180,17$ é menor que $\text{R}\$\ 183,60$ (valor da prestação da loja), logo, a taxa de juros cobrada pela loja é maior que $4\%$ ao mês e, consequentemente, o anúncio é falso.

Calculando a taxa de juros por meio da calculadora HP-12C ou pelo Excel, obtém-se: $5\%$ ao mês.

Resultado que comprova a validade da fórmula.

Este é um guest post (artigo convidado). Foi escrito e enviado por Sebastião Vieira do Nascimento (Sebá). Professor Titular (por concurso) aposentado da UFCG – PB.

Mais artigos desse autor Envie um artigo Ajude o blog
Autor convidado

Autor convidado

Esse artigo foi enviado e escrito por um autor convidado. Confira as informações sobre o autor no final do artigo. Quer enviar um artigo para o blog?

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

0 comentários: