Provando mais uma vez que pessoas com muito tempo nas mãos podem realizar feitos incríveis, dois geeks, um engenheiro japonês e um estudante americano de ciência da computação, conseguiram quebrar ontem o recorde mundial para dígitos calculados de Pi.
Provando mais uma vez que pessoas com muito tempo nas mãos podem realizar feitos incríveis, dois geeks, um engenheiro japonês e um estudante americano de ciência da computação, conseguiram quebrar ontem o recorde mundial para dígitos calculados de $\pi$ (Pi).

Alexander Yee e Shigeru Kondo terão agora seus nomes reconhecidos mundialmente. Ao menos dentro dos círculos de geeks e aficionados por matemática.

[Novo Record] O número Pi com 5 trilhões de dígitos

Shigeru Kondo foi o engenheiro responsável por montar a máquina, cujo hardware não tinha nada de modesto. Dentre os itens usados estão incluídos dois processadores Intel Xeon X5680 com clock de 3.33 GHz e 12 núcleos, 96 GB de memória RAM DDR3 e 22 HDs diferentes totalizando 39 terabytes (1 TB para drive de boot, 6 TB para armazenar os dígitos de Pi e 32 TB para usar de memória dinâmica e processar os números). No total foram gastos quase 18 mil dólares montando esse monstro.

Já Alexander Yee foi quem criou o programa para calcular os dígitos de $\pi$ (Pi), chamado c. Ele instalou-o no Windows Server 2008 R2 Enterprise de 64 bits que rodava na máquina e iniciou o programa. A partir daí, foi preciso aguardar por volta de três meses para chegar ao 5 trilionésimo dígito do conhecido número irracional.

Se estiver curioso, baixe o Y-cruncher.

O recorde anterior era do francês Fabrice Bellard, que usou um singelo computador desktop com um Intel Core i7 e 6GB de memória RAM para encontrar 2,7 trilhões de dígitos.

Créditos a Gizmodo e Tecnoblog
Edigley Alexandre

Edigley Alexandre

Graduado em Matemática pelo DME na UERN em 2007, leciona Geometria, Matemática e Física. Blogueiro Part-Time desde 2007. Membro do Google+ Create em Português. Seu interesse é compartilhar conhecimento matemático interligado à Tecnologia da Informação e Comunicação, assim como artigos de opinião sobre Educação, Matemática e Educação Matemática.

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

0 comentários: