Ofertas em Destaque na Semana Black Friday
Validade: até 25/Novembro às 23h59

6 situações bem divertidas que um professor já passa, já passou ou passará.
Tomara que eu não fique assim... Mudo de profissão antes disso. :-) É comum encontrar aos montes por aí, piadinhas, textos, vídeos, charges, etc., mostrando o lado o ruim ou não dessa difícil e desafiadora profissão - ser professor. 
Fases de um professor ou professora [humor]

É claro que acontece alguns casos extremos como mostra a brincadeirinha logo abaixo, mas a educação está mudando, aos poucos, mas está. Hoje em dia, as aulas não são mais as mesmas como na minha época de colegial (nem faz tanto tempo assim) em 1994. Giz e quadro? Não! Aluno calado e professor apenas "jogando" conteúdo? Não! O que existe atualmente é muita discussão, interatividade, tecnologia a serviço da educação. Tudo isso e muito mais, muda totalmente o perfil  tanto do professor como do aluno. Talvez, em alguns casos, a escola tradicional funcione, mas os tempos são outros. 

Querendo ou não o stress emocional e físico atinge qualquer um, problemas e conflitos na escola e na vida pessoal existem, mas aquele que carrega um pouco de idealismo pela educação, supera tudo isso.


Segue as fases do professor(a)... rsrs...
As imagens são gifs animados...

Recém formada


Recém formada

Pegou 20 aulas e está louca para ampliar sua carga. É uma gatinha cheia de sonhos e toda feliz, fala muito, está sempre contando as novidades. Nos primeiros dias de trabalho, tudo é maravilhoso. 

Depois de 3 anos...


Depois de 3 anos...

Está trabalhando em jornada ampliada. Já acompanha os movimentos do dia a dia cheia de novas ideias, tem planos para seu trabalho, anda um pouco agitada com tanta expectativa.

Depois de 6 anos...

Depois de 6 anos...

Sua agitação aumentou um pouco, suas amigas e a direção estão percebendo. Já vira noite e dia tentando se encaixar na profissão. Não sabe o que fazer com a turma de aceleração... e só falta plantar bananeira pra aumentar a nota do IDEB.

Depois de 10 anos...

Depois de 10 anos...

Engordou um pouco... culpa dos antidepressivos, motivo: stress; alunos, pais de alunos, direção, coordenação, supervisão, filhos, marido ganhando pouco, trabalha longe de casa , ufa!

Depois de 15 anos...

Depois de 15 anos...

Com muita sorte já está trabalhando perto de casa. Mudou todo o guarda-roupa, para se adaptar a nova silhueta. Mas está feliz, come em casa e tem um caderno já pronto para o início do ano, é só segui-lo... Tem ainda uma dorzinha de cabeça, a garganta já era... se esqueceu o significado de 'bom dia', se sente como se tivesse acabado de cair da cama... 

Depois de 20 anos...


Depois de 20 anos...

Tem depressão regularmente. Não reconhece a rua onde mora, a memória deu PT (perda total), enxerga pouco; escuta pouco; dorme pouco; fala pouco; a única coisa que tem muito são dívidas... está ficando completamente maluca! E vê se pode ....... já quer se aposentar!


Brincadeirinha enviada por e-mail, de uma futura professora.


Encerro com a essa charge


Fases de um professor ou professora [humor]

Conteúdos:


Edigley Alexandre

Edigley Alexandre

Graduado em Matemática pelo DME na UERN em 2007, leciona Geometria, Matemática e Física. Blogueiro Part-Time desde 2007. Membro do Google+ Create em Português. Seu interesse é compartilhar conhecimento matemático interligado à Tecnologia da Informação e Comunicação, assim como artigos de opinião sobre Educação, Matemática e Educação Matemática.

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

0 comentários: