Existem algumas formas de se calcular raízes quadradas, cúbicas, etc. Dependo da questão que é proposta para encontrar sua raiz, essa tarefa torna-se um pouco complicada para alunos que estão começando a estudar este conteúdo. Encontrar uma maneira de fácil assimilação, pode ajudar na compreensão.
Existem algumas formas de se calcular raízes quadradas, cúbicas, etc. Dependo da questão que é proposta para encontrar sua raiz, essa tarefa torna-se um pouco complicada para alunos que estão começando a estudar este conteúdo. Encontrar uma maneira de fácil assimilação, pode ajudar na compreensão.

Usando derivada para calcular raízes aproximadas
Imagem: Val's Corner

Além da decomposição em fatores primos, a melhor forma de mostrar esse tipo de cálculo a um aluno de nível fundamental, é através do método por tentativas. Veja o exemplo abaixo para o cálculo de .

  • Sabemos que  é maior do que , porque  e .
  • Sabemos que  é menor do que , porque  e .

Então  fica entre  e , ou seja: 



Fazendo tentativas, temos que:


Comprovando que:


Se você digitar no buscador da Google, sqrt 12 (que corresponde a ) verá 3,46410162. Leia Cálculos matemáticos usando o buscador da Google.

Na medida que mudamos o radicando e o índice para números maiores, esse processo torna-se um pouco mais demorado.

Até hoje pessoas que já concluíram sua escolaridade ou que estão cursando faculdade, me perguntam como calcular uma raiz quadrada que não seja exata. Talvez pelo motivo que não foram ensinados de nenhuma forma ou simplesmente esqueceram.

Se você cursa ou cursou alguma faculdade na área de exatas, reconhecerá este tipo de cálculo. Mostrarei um processo implícito de diferenciação para calcular raízes cuja solução não é exata, isto é, não resulta em um número inteiro positivo.

Vamos calcular a raiz quadrada de . Então queremos encontrar o valor da expressão , onde  é raiz quadrada de .

Primeiro passo é escrever a expressão na sua forma geral.


Diferenciando implicitamente a expressão acima, temos que:


Sabemos que a raiz quadrada de  é , e tendo isso em conta, deixamos . Precisamos avaliar a raiz quadrada de , então  e, agora, temos tudo o necessário para obter uma aproximação para a raiz quadrada de 10, avaliados da seguinte forma:


Uma vez que a raiz quadrada de  é  nos dará a aproximação para a raiz quadrada de :



Teste esse processo para outros valores.
Edigley Alexandre

Edigley Alexandre

Graduado em Matemática pelo DME na UERN em 2007, leciona Geometria, Matemática e Física. Blogueiro Part-Time desde 2007. Membro do Google+ Create em Português. Seu interesse é compartilhar conhecimento matemático interligado à Tecnologia da Informação e Comunicação, assim como artigos de opinião sobre Educação, Matemática e Educação Matemática.

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

2 comentários:

  1. Nossa, obrigada. Muito bem explicado!!

    ResponderExcluir
  2. Fiquei realmente feliz em descobrir outra utilidade para as equações diferenciais,muito obrigada.Excelente explicação.

    ResponderExcluir