O Matemática Interativa Linux é mais do que uma distribuição Linux, é um projeto de novas tecnologias e Educação Matemática.
O MIL - Matemática Interativa Linux é um projeto de software livre educacional voltado para o ensino de matemática. O Projeto MIL busca desenvolver uma distribuição Linux, livre e gratuita para ser utilizada em sala de aula de matemática e em casa pelos alunos. O MIL inclui dezenas de programas e jogos educativos de matemática.

Baixei a .ISO (cópia do sistema) para testá-lo numa máquina virtual (ver vídeo no final do post) e gostei muito, apesar de estar um pouco desatualizado. O que não impede de utilizá-lo e que não seja de má qualidade. Alguns softwares conhecidos como o GeoGebra, Kmplot entre outros fazem parte desse pacote educativo.

Conheça o Projeto Matemática Interativa Linux

O MIL é mais do que uma distribuição Linux, é um projeto de novas tecnologias e Educação Matemática. Por isso ele tem alguns sub-projetos que vão desde palestras e cursos sobre o sistema até produção e organização de programas e jogos educativos.

Visite o site

mil.codigolivre.org.br


O projeto dá suporte desde a obtenção do arquivo, a como instalá-lo em um computador. O projeto foi desenvolvido para que qualquer pessoa sem conhecimentos nesta área, possa conseguir usufruir desta plataforma educacional facilmente.

Veja a interface do Projeto MIL.


Ajuste o vídeo para 720p (HD)
Edigley Alexandre

Edigley Alexandre

Graduado em Matemática pelo DME na UERN em 2007, leciona Geometria, Matemática e Física. Blogueiro Part-Time desde 2007. Membro do Google+ Create em Português. Seu interesse é compartilhar conhecimento matemático interligado à Tecnologia da Informação e Comunicação, assim como artigos de opinião sobre Educação, Matemática e Educação Matemática.

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

0 comentários: