Neste último final de semana, o blog alcançou a marca de 2 milhões de visitantes e registro aqui o meu carinho e atenção que tenho recebido de todos vocês.
Olá, leitores e assinantes deste blog!

Desde o início do meu romance com a Matemática, pensava como um dia poderia compartilhar tudo que aprendi durante minha formação na universidade como professor e durante minha jornada como professor efetivo há quase 10 anos. Este blog é fruto destas experiências passadas e é fonte de conteúdo das atividades que exerço atualmente.

Ganhei 2 milhões!
Imagem: Getty Images

Para minha felicidade, neste último final de semana, o blog alcançou a marca de 2 milhões de visitantes (não únicos). Lembro-me bem do dia em que o blog teve 100 visitantes. Naquela época era apenas uma ferramenta de integração com os meus alunos. A alegria de ter 100 pessoas lendo, comentando, compartilhando algo que criei, é uma sensação estranha e muito gostosa ao mesmo tempo. Saber que existem pessoas de vários lugares do Brasil e do mundo que acessam o blog e o acompanham, é uma coisa fantástica pra mim. 2 000 000 nem se fala.

2 milhões de visualizações

Em julho do ano passado o blog registrava 800 mil visitantes, em setembro do mesmo ano alcançou 1 milhão de visitantes. Hoje fico feliz em ver um novo número de visualizações de página do blog.

Para um blogueiro sem grandes pretensões como eu e que não tem o blog como atividade principal, é uma grande alegria e satisfação ver o número de visitas crescendo a cada dia, tendo em vista as novas mudanças adotadas pelo buscador da Google, que trouxe muita dor de cabeça para muitos blogueiros.

Neste post, quero apenas registrar mais uma vez o carinho e a atenção que tenho recebido através de comentários em artigos do blog, na página no Facebook, no Google Plus, Twitter e por email. Sintam-se abraçados. Sem vocês, este blog não estaria na posição que está hoje.

No final da história quem sai ganhando não sou eu (por mais que algumas pessoas pensem o contrário), e sim a Matemática. De que adianta ter um conhecimento guardado pra si?

A coisa mais indispensável a um homem é reconhecer o uso que deve fazer do seu próprio conhecimento. [Platão
Edigley Alexandre

Edigley Alexandre

Graduado em Matemática pelo DME na UERN em 2007, leciona Geometria, Matemática e Física. Blogueiro Part-Time desde 2007. Membro do Google+ Create em Português. Seu interesse é compartilhar conhecimento matemático interligado à Tecnologia da Informação e Comunicação, assim como artigos de opinião sobre Educação, Matemática e Educação Matemática.

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

0 comentários: