Você já deve ter notado que alguns de seus colegas professores de Matemática, costumam separar a Geometria das outras áreas do currículo do Ensino Fundamental 2 e Médio. Por que?
Por que a maioria dos professores de Matemática não se dão muito bem com a Geometria?
Você já deve ter notado que alguns de seus colegas professores de Matemática, costumam separar a Geometria das outras áreas do currículo do Ensino Fundamental 2 e Médio (como Álgebra por exemplo), deixando Geometria para o final do ano letivo.

Muitos fazem isso, para poder organizar melhor a forma como trabalhará os conteúdos que serão ministrados. Mas a maioria admite que o faz assim, pois sobra pouco tempo no final do ano letivo, e, por consequência, não dão a atenção merecida para a Geometria ou simplesmente deixam de ensinar os conteúdos geométricos.

Alguns motivos não são difíceis de achar, os próprios professores se declaram praticantes desta forma de ensino, excluindo o estudo da Geometria nas aulas de Matemática.

Alguns motivos:
  • Acham chato explicar Geometria;
  • Não tem material didático para as aulas;
  • Não gostam de desenhar;
  • Não gostam de trabalhar o raciocínio geométrico;
  • Não sabem abstrair os principais conceitos da Geometria e ensiná-los;
  • Não tem muitos cálculos.

Entre outros motivos que coletei com colegas professores e ex-professores de Matemática, durante conversas informais.

Por um lado sou de acordo com alguns destes motivos, por outro lado, vejo que o erro está na constituição da grade curricular específica para a Geometria e o desinteresse de algumas escolas em não adotar materiais didáticos de apoio geométrico para cada professor de Matemática.

Acredito que é totalmente equivocado um professor ter que explicar, por exemplo, o que seja um triângulo e suas características, assim como medir sua superfície e perímetro; sem antes ele mostrar como construir um verdadeiro triângulo usando régua e compasso.

Tudo está na base conceitual da Geometria. Ela deve ser trabalhada primeiramente de forma abstrata (ponto, reta e plano) e em seguida nas construções geométricas usando régua, compasso e esquadros, trabalhando cada postulado de Euclides para a Geometria Plana. E é aí onde entra o problema da nossa grade curricular - não há tempo para trabalhar a Geometria como ele deveria ser estudada.

Já fiz diversas experiências com os meus alunos, a respeito do estudo da Geometria. Infelizmente o resultado não é bom e talvez aconteça assim em todas as escolas brasileiras. Não são experiências de caráter científico, pois são realizadas na própria sala de aula, através de alguns debates.

Certa vez pedi para um aluno desenhar uma circunferência no quadro e medisse o seu comprimento. Foi uma pergunta para testar a sua abstração geométrica. Ele usou uma moeda de seu bolso para desenhar a circunferência. Quanto ao comprimento ele não soube responder. Observação: não foi explicado nada sobre circunferência.

Ele está errado? Do ponto de vista didático-pedagógico, talvez não. Foi a forma que ele encontrou para dar a sua resposta. Mas, matematicamente não é uma resposta satisfatória, pois nem sempre podemos abstrair conceitos geométricos desta forma.
Desafio matemático 8
Desafio matemático #8

Como calcular a área da região verde, como mostra a figura acima, sem o mínimo de abstração geométrica? Impossível!

Este post foi inspirado no debate no LinkedIn sobre este tema, dentro do grupo profissional Educação Matemática. Quer participar dando sua opinião? Entre no grupo e acesse o debate criado pela professora e coordenadora educacional Maristela Bernardo.

O grupo é fechado e destinado para professores e estudantes de Matemática e ciências interligadas; interessados em Matemática, Educação e Educação Matemática. Será um prazer encontrá-lo por lá.

Dados do grupo
Criado em: 11 de março de 2011
Criador: Luciano Melo.
Gerente: Edigley Alexandre
Moderador: Antônio José Lopes (Bigode)
Integrantes: 2.340

O grupo conta com integrantes dos mais variados perfis profissionais:
  • Engenheiros;
  • Programadores;
  • Professores de todos os níveis de ensino;
  • Analistas de sistema;
  • Vendedores;
  • Administradores;
  • Designers;
  • Pedagogas;
  • Psicopedagogas;
  • Web masters.

Eu fico muito feliz pelo interesse destes e de centenas de outros profissionais que se inscrevam no grupo sobre Matemática. 

Participe você também!

Conteúdos:


Edigley Alexandre

Edigley Alexandre

Graduado em Matemática pelo DME na UERN em 2007, leciona Geometria, Matemática e Física. Blogueiro Part-Time desde 2007. Membro do Google+ Create em Português. Seu interesse é compartilhar conhecimento matemático interligado à Tecnologia da Informação e Comunicação, assim como artigos de opinião sobre Educação, Matemática e Educação Matemática.

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

2 comentários:

  1. Ola amigos.

    Pelo enunciado da questão acima, não é impossível resolvê-la, encontramos as diagonais dos dois quadrados e encontrar o produto e dividir por dois, assim encontramos a área do LOSANGO VERDE 8 cm². Desse valor subtraímos a área do menor de aresta 2 cm, portanto, a área verde é igual a 4 cm².

    Atenciosamente,
    edinho silva.
    Édison Martins da Silva.
    Compartilhando conhecimentos em Matemática Avançada.
    21 / 10 / 2014.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      Obrigado por enviar uma solução para o problema.

      Um abraço!

      Excluir