Compartilhe esse artigo:


Por meio da utilização de jogos de matemática podemos minimizar a ideia de que a Matemática é abstrata, podendo fazer a inter-relação entre o sentido matemático e uma situação problema, construindo, assim, uma ponte entre os conceitos matemáticos e o mundo prático.
Um grande problema no Ensino de Matemática é a resistência e dificuldade dos alunos para aprender essa estupenda Ciência. E como um incansável matemático, estou sempre buscando problemas para solucionar. Entretanto, para buscar a solução de um problema, precisamos, primeiramente, saber e entender qual é o problema.

O que mais vejo os alunos comentando pelos corredores das escolas, desde alunos do Ensino Fundamental a alunos do Ensino Médio, é que “a Matemática é chata” e que “a Matemática é difícil”. Pronto, já temos um ponto de partida. Acredito que essas duas afirmações podem ser resumidas em uma terceira, ou seja, matemática é chata e difícil porque ela é abstrata.

Uma coisa é abstrata quando ela está longe da nossa realidade. Por exemplo, é muito complicado para o aluno assimilar o conceito de diâmetro e raio de uma circunferência, pois esses conceitos estão muito distantes de sua realidade. Como consequência disso, temos a falta de interesse e falta de atenção dos alunos.

Jogos de Matemática tornam o aprendizado mais fácil e divertido ou mais desafiador?

E um outro fator que tem tirado a atenção dos estudantes é o uso indiscriminado das tecnologias como celulares, tablets e afins. É tudo muito novo, estamos vivendo um período de transição no qual o uso das tecnologias estão tomando todos os espaços. Quer dizer, todos os espaços menos a escola (em muitos lugares). E aí temos um paradoxo, porque que a escola, lugar onde nasce a tecnologia, é tão carente de tecnologia?

Voltando ao nosso problema, como fazer com que a Matemática deixe de ser chata e passe a ser divertida e deixe de ser difícil e torne-se fácil, ou, pelo menos que passe de difícil para desafiadora?

A resposta está, exatamente, no que tem sido o problema para alguns. Com o uso das novas tecnologias! Venho estudando e aplicando o uso de jogos de matemática com alunos do ensino fundamental e médio e estou tendo resultados satisfatórios e motivadores. Na imagem abaixo temos o depoimento de alguns alunos do 6º ano do Ensino Fundamental.

Como assim, aluno pedindo mais tarefa de matemática!? (clique para ampliar)
Por meio da utilização de jogos de matemática podemos minimizar a ideia de que a Matemática é abstrata, podendo fazer a inter-relação entre o sentido matemático e uma situação problema, construindo, assim, uma ponte entre os conceitos matemáticos e o mundo prático.

Com os jogos de matemática, aprende-se partindo da experiência lúdica o que para a criança é muito mais divertido de aprender. Ou seja, explora o conhecimento matemático dentro da realidade do aluno, a fim de que ele compreenda a Matemática como parte de sua vida cotidiana. Desta forma, o estudante se torna mais receptivo e motivado para assimilar o conhecimento abordado.

Retomando o exemplo acima sobre assimilar o conceito abstrato de diâmetro e raio de uma circunferência. Assista o vídeo abaixo e veja como poderíamos aplicar os jogos matemáticos para aprender geometria.



Entretanto, quando formos selecionar os jogos educativos, devemos considerar alguns aspectos importante ao utilizá-los como forma de motivar e engajar o estudante para o aprendizado da Matemática, como por exemplo:
  • Se o jogo é inteligente e não subestima o estudante;
  • Se possui dificuldades gradativas adequadas, caminhando do “básico” ao “avançado” de forma suave;
  • Se possui uma lógica interna desafiadora que, depois de descoberta, seja fácil de ser dominada pelo aluno;

Um outro aspecto importante a se considerar na utilização de novas tecnologias nas escolas é a de valorização da troca de experiências entre os alunos e o trabalho cooperativo. Por exemplo, ao desenvolver aulas nos laboratórios de informática educacional nas escolas, é interessante utilizar dois alunos por computador, para uma melhor interação e compartilhamento de dificuldades e conhecimentos.

Se você chegou até aqui é porque se interessou pelo o assunto e quer saber mais sobre jogos de matemática online, e que realmente eles tornam o aprendizado da matemática mais fácil e divertido.

Conheça o blog Matemáticazup!


Posso afirmar que, como resultado dessa experiência com jogos educativos de Matemática, observo que o estudante:
  • Se torna mais receptivo e motivado para assimilar o conhecimento abordado;
  • Retoma o prazer de aprender Matemática;
  • Estimula o senso crítico;
  • Passa a ver a Matemática como divertida e desafiadora.

E então, o que você acha do uso de jogos de Matemática por meio de tecnologias de informação e comunicação como forma de facilitar e engajar o aprendizado da matemática?

Você acredita que essas ferramentas podem tornar o ensino e a aprendizagem da matemática mais fácil e mais divertido? Já utilizou essas estratégias para aprender ou ensinar matemática? O que achou? 

Compartilhe conosco a sua opinião nos comentários logo abaixo.

Este é um guest post (artigo convidado) enviado por +Marcelo Ferbat do blog Matemáticazup. É professor da Secretaria de Educação do DF e blogueiro. Graduado em Matemática e MBA em Gestão pública pela FGV. Tem grande interesse no uso de novas tecnologias para o aprendizado.

Siga o seu perfil e projetos nas redes sociais

Conteúdos:


Autor convidado

Autor convidado

Esse artigo foi enviado e escrito por um autor convidado. Confira as informações sobre o autor no final do artigo. Quer enviar um artigo para o blog?

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

8 comentários:

  1. Olá professores Edigley e Marcelo,

    Que bom encontrar mais professores favoráveis aos jogos na educação. Já comentei algumas vezes sobre jogos no meu blog e estou com uma postagem em elaboração a respeito de jogos e outros materiais didáticos, em alguns dias estará pronto e é claro, não deixarei de indicar esta postagem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Charles, é verdade, sempre é bom encontrar pessoas com ideias alinhadas e conhecer outras experiências para melhorarmos a nossa prática e expertise. Compartilhe conosco esses materiais. abraços.

      Excluir
    2. Olá, Charles!

      Quem bom encontrar professores com esse pensamento e que também tem o interesse de compartilhar suas ideias através de projetos online, como blogs por exemplo.

      Infelizmente há professores que não pensam assim, que acham que isso tudo é balela, como li no post deste artigo na página do blog no Facebook.

      Um abraço!

      Excluir
  2. Uma vez, há tempos atrás, uma pessoa da minha escola que cuidava da área de informática foi a uma palestra e fez uma parceria com um site que possuía vários jogos de matemática. Então, cada aluno recebeu um login e senha e então passamos a acessar esse site, e, realmente, a matemática se tornou bem mais prazerosa.

    Mas, infelizmente, vejo que isso só ocorreu porque estudava numa escola particular, hoje, dificilmente você encontra alguma boa escola no Brasil que seja pública. Claro que existem algumas, mas é bem raro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcel, obrigado pelo seu comentário. E com relação ao seu desempenho, você acredita que melhorou o seu rendimento utilizando esses jogos?

      A parte boa da internet é que para você ter acesso a bons materiais e recursos educacionais você não precisa estar matriculado em uma boa escola. Basta procurar na internet. Para saber mais conheça nossa plataforma de jogos lá no Matemáticazup, abraços.

      Excluir
    2. Olá, Marcel!

      Lamentavelmente tenho que concordar com você. Alguns governos até que investem em equipamentos, mas não em treinamento. Acrescento dizendo que também há escolas privadas que não dão a mínima para estes tipos de projetos.

      Acham que não ajudará em nada e o aprendizado dos alunos só diminuem.

      Um abraço!

      Excluir
  3. Olá professor,
    O que você sugere para alunos de ensino médio com dificuldades em matemática?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recomendo que leia o artigo Como treinei meu cérebro para me tornar fluente em Matemática. Nele deixei algumas dicas muito importantes. O exemplo sou eu mesmo.

      Um abraço!

      Excluir