A Presidente Dilma Rousseff sancionou nesta semana, a lei que reduzirá salários de políticos e aumentará dos professores. Isso é histórico. O projeto que deu origem à lei, da senadora Fátima Bezerra (PT-RN), tramitou no congresso por 30 anos.
A Presidente Dilma Rousseff sancionou nesta semana, a lei que reduzirá salários de políticos e aumentará dos professores. Isso é histórico. O projeto que deu origem à lei, da senadora Fátima Bezerra (PT-RN), tramitou no congresso por 30 anos.

Depois das manifestações, esta foi uma das primeiras medidas de emergência tomada pela presidente, afim de combater a corrupção a longo prazo. A nova lei, além de reduzir drasticamente os salários de políticos, também impedirá a eleição de qualquer candidato que tenha vínculos com empresas privadas no Brasil e no exterior.

Reconheço que este não é um fator decisivo que acabará com a corrupção no Brasil. Porém, é uma medida que a sociedade sempre se perguntava. Não é justo um cargo político ter um salário tão alto, enquanto nossos professores, os verdadeiros agentes da transformação, ganham tão pouco. [Dilma Rousseff]

A lei só será válida e aplicada para professores que entrarem para o novo programa do governo chamado Professor Vale Mais. Os professores entrarão neste programa de qualificação constante e consequentemente serão beneficiados pela nova lei.

Reforma Política acabará com os altos salários de polítcos e aumentará dos professores

Mais detalhes,  acesse a Lei 14.104/15 no site do senado.

Edigley Alexandre

Edigley Alexandre

Graduado em Matemática pelo DME na UERN em 2007, leciona Geometria, Matemática e Física. Blogueiro Part-Time desde 2007. Membro do Google+ Create em Português. Seu interesse é compartilhar conhecimento matemático interligado à Tecnologia da Informação e Comunicação, assim como artigos de opinião sobre Educação, Matemática e Educação Matemática.

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

48 comentários:

  1. Respostas
    1. E continua rendendo em 2 de abril. :D

      Excluir
    2. meu querido, entrei pra xingar..hahahahha mas adorei.

      Excluir
    3. Olá, Paulo!

      Que isso cara, vai com calma... kkkk

      Que bom que levou na brincadeira.

      Um abraço!

      Excluir
    4. Uma lei dessas nunca chegaria até a presidente(a), não passaria jamais pelos deputados, e se por uma "insanidade" passasse, os senadores, mais experiente, logo acabariam com o projeto antes que as pessoas soubessem que ele chegou a existir. Sonho de primeiro de abril

      Excluir
    5. Infelizmente tenho que concordar em tudo.

      Excluir
  2. Será valido para o município de Ferraz Vasconcelos,sp professores oprimidos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria válido para todos os professores, caso fosse verdade.

      Excluir
  3. Dia da mentira, imagina,niguem vai largar as tetas assim tão fácil. Primeiro de abril!!!! Neste pais nada é levado a serio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabemos que uma lei como essa, não seria aprovada tão facilmente por eles mesmos. Ou, tal lei nunca existirá.

      Excluir
    2. vai fazer algo interessante em vez de postar mentiras

      Excluir
    3. Quer dizer que o Google pode brincar no Dia da Mentira, quando todo mundo entra no clima e se diverte... Agora, eu não posso fazer o mesmo? Ok! Já postei muitos artigos interessantes. São mais de 774. Você leu apenas este?

      Excluir
    4. Quem acusou o Governo Popular de ser corrupto foram exatamente os tucanos, que nunca investigaram coisa nenhuma, a terem, inclusive, um procurador-geral da República, que atuou nos sombrios e sofridos governos de Fernando Henrique Cardoso — o Neoliberal I —, conhecido como engavetador-geral. Porém, de uma coisa eu não tenho dúvida, se existem pessoas com amnésia no Brasil, essas pessoas são os tucanos do PSDB.

      Excluir
  4. por isso ficou tantos anos parado, quando mexe no bolso deles, deixa de lado, quando é para aumentar, é rapidinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você disse uma verdade em meio a essa mentira. Os reajustes dos seus salários é conseguido com muita facilidade. Isso me revolta demais.

      Excluir
    2. É mais fácil a vaca tossir do do que essa lei seja aprovada. Assim falou a mentirosa Dilma quando afirmou que não prejudicaria o brasileiro com leis anti sociais aposentadoria etc....

      Excluir
    3. Se fosse uma lei mesmo, estaria de acordo.

      Excluir
  5. ótima medida. Nós professores somos sacrificados de longas datas, em todos os níveis de ensino.

    ResponderExcluir
  6. A Internet também é um espaço para criar mitologias, contos de fadas, lendas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim. Em 1º de abril. Data desta postagem.

      Excluir
    2. Ignorante, lei tem efeitos gerais.
      Tu sabe lá o que é bolivarianismo.
      Viu na imprensa e sai falando.

      Excluir
  7. Só para professores novos... Ou seja os que irão ser convertidos ao COMUNISMO BOLIVARIANO.

    ResponderExcluir
  8. Torço para que seja verdade e que saia do papel

    ResponderExcluir
  9. Quero receber pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro o meu Enquadramento, que o processo vai fazer um ano de montado e ainda não me pagaram até hoje, está o andamento para tomar ciência....aguardar o coletivo...eu nasci só e estudei em tempos diferentes...não sou gêmea com ninguém, por isso acho que é direito do Servidor Público, receber o que é devido...Só pagam e andam com os processos em época de campanha...E vai pagar retroativo??? Preciso do meu direito garantido em Lei.

    ResponderExcluir
  10. hahahaha eu tava vendo sua pag do google+ aí vi esse post. Fiquei feliz diante do exposto até que.... 1º de abril!

    Foi-se minhas esperança por um BR melhor :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ítalo!

      Pelos você entendeu a brincadeira de 1º de abril.

      Um abraço!

      Excluir
    2. E primeiro de abril

      Excluir
    3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  11. Quando no atual sistema Brasileiro algum presidente tiver poder para implementar essas mudanças, me avise, isso é impossivel no atual formato que temos, no meu modo de ver, como leigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Carlos!

      Concordo em tudo também.

      Abraço!

      Excluir
  12. Fiquei feliz por um momento lendo essa notícia, más é necessário concordar que essa lei nunca irá ser aprovada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Mary!

      Infelizmente não sou otimista quanto a isso.

      Abraço!

      Excluir
  13. Apesar do #1 de abril, a esperança não deve morrer!
    Quem sabe, um dia....

    ResponderExcluir
  14. Desculpa mas nao vi graça com uma 'noticia' q nao deia claro a 'brincadeira'. Se nao eh jornalista e quer ganhar visualizaçao com piadas sobre coisas serias assuma logo uum perfil d comediante no blog. Seria totalmente a favor do progeto, ouvi falar dele em 2013 e ja sabia q nao passaria nesse congresso ultra conservador! Num momento como esse pessoas compartilhando essas noticias so piora o clima d intolerancia na net, e ate alimenta haters golpistas neh!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      Todos os sites podem brincar no dia da mentira. Somente eu não posso? Se este blog é sobre Educação, o que esperava em 1º de abril?

      Se tivesse lido tudo, saberia que no final da postagem tem um link apontando para uma imagem dizendo que é 1º de abril (mais claro do que isso?).

      Não culpe a internet pelo o que você vê de ruim. Culpe as pessoas erradas que você anda seguindo que pregam essa intolerância.

      Abraço!

      Excluir
  15. Bem que desconfiei #quem sabe um dia na república das bananas��

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Márcia!

      Quem sabe um dia... um dia...

      Abraço!

      Excluir
  16. Perde-Se muito tempo inventando bobagens com ferramentas úteis como um site onde poderia se promover algo que realmente fizesse a diferença na vida das pessoas, inclusive da sua. Coloca lá um abaixo-assinado, colabore com as causas realmente sérias. Porque ninguém aguentão mais piadas sem graça com assuntos tão sérios. .valeu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      1) Não perdi tempo com esse post de 1º de abril.
      2) O site está recheado de posts relevantes e faz a diferença na vida de professores, mas você escolhe um para criticar em vez de elogiar as boas.
      3) Para colaborar com causas sérias não precisa de abaixo-assinado, o que precisa é vontade e esforço pra ir lá e fazer, como eu faço desde 2004 dando aulas de Matemática e colaborando com a Educação neste país.
      4) Se não gostou de ser pego em piadas de 1º de abril, sejam com assuntos sérios ou não, o problema é seu.

      Abraço!

      Excluir
    2. Acho que tu é homem e ainda deve está de TPM. Nada a ver, é só uma postagem de 1º de abril. Essa página não chega nem aos pés das bobagens que se ver pela internet.
      Se tu não viu o resto do site, sugiro fazer isso, tem muita coisa boa, inclusive tem uns gifs muito bacanas que peguei daqui há uns meses, são gifs encantadores...

      Excluir
  17. Em minha humilde opinião como parte dessa massa que está sendo massacrada,espremida,traída,sem rumo,sem esperança,falida e tantas outras coisas a mais,o que sinto pela primeira vez na vida é vontade de sumir desse país!Temos uma fila de pessoas na sucessão de um possível impeachment no mínimo com condutas questionáveis(Temer,Cunha,Calheiros). Enquanto alguns grupos são a favor ou contra o governo atual, as grandes massas na qual me incluo tentam sobreviver as incertezas de se terá o que comer,de como pagar contas básicas como água,luz,gás,alimentos.Então existe um total desencanto com essas pessoas que estão no poder em todos os partidos,pois sim eles estão fazendo uma administração péssima e sua oposição demonstra que falha também.Acusações de todos os lados e simplesmente os dias vão passando.Hoje digo nenhuma dessas pessoas me representam.

    ResponderExcluir