Como podemos pensar matematicamente?

COMPARTILHE:

O texto expressa de maneira profunda o meu pensamento matemático sobre as situações que nos cercam e nos envolvem mesmo que não notamos todos os dias.

Comecei a escrever um pequeno comentário na página do blog no Facebook, e depois de alguns minutos desisto, pois ele já se tornou um texto, e que merece ser atingido por mais leitores. Já tinha outro post pronto para publicar, mas resolvi compartilhar um texto da +EXAME.com, escrito pelo professor de Matemática Jordan Ellenberg.

O texto expressa de maneira profunda o meu pensamento matemático sobre as situações que nos cercam e nos envolvem mesmo que não notamos todos os dias. Infelizmente há aqueles que dirão: eu não vou para a guerra, meu pai não é dono de um banco, nunca serei um jogador de futebol, etc.

pensamento matemático está ficando cada vez mais escasso entre nossos alunos. O nosso papel é tentar dar uma pequena contribuição e fazer com eles abram seus olhos para uma realidade fora do seu mundo também. Nós, professores, temos a capacidade de influenciar nossos alunos. Eles nos vêem como espelhos. É importante que a reflexão da nossa imagem seja copiada, modificada e aplicada para o bem futuro.

É uma tarefa muito difícil tentar extrair abstrações de adolescentes cujas prioridades estão invertidas. Até eles mesmos não se encontram mais. Mostrar o mundo sob outros olhares é desafiador, porém, não é impossível.

Como podemos pensar matematicamente?

Sempre em minhas aulas, tento ao máximo que posso, não somente dar aulas teóricas, mas também inspirá-los de alguma forma. Seja indicando um livro, exibindo documentários sobre Matemática ou Astronomia no projetor, mostrar para que serve o que estão estudando, promover debates, etc. Parece uma ideia tão simples, e é, mas que gera debates incríveis. Gera perguntas mais incríveis ainda. Eu respondo as perguntas? Não. Transformo-as em pesquisas. Os resultados sempre são bons. O objetivo foi cumprido - inspirar

E o retorno vem na nota no boletim? Não. Aparecerá no futuro. Aparecerá no pensamento crítico (e também matemático) que ele fará sobre as coisas que antes não enxergava. E isso pode virar uma reação em cadeia.

Eu descobri que tenho uma aluna no 6º ano do Ensino Fundamental 2 que adora Astronomia. Um dias desses ela me enviou uma mensagem, discutindo sobre a descoberta de Exoplanetas. Eu fiquei bobo na hora, mas, com uma alegria imensa que não podia ser estampada em um sorriso. O sonho dela é explorar o espaço.

Por outro lado, me sinto impotente, pois não posso dar (nem o nosso país), uma oportunidade de crianças curiosas como estas, visitarem ou ter acesso a um planetário, visitar centros espaciais como a NASA, ver de perto um telescópio ou microscópio. São coisas simples, mas que fazem parte do sonho de uma criança. Alimentar sonhos sempre é um ótimo pensamento.

A nossa Pátria Educadora caminha a passos de Tartaruga (desculpa Tartaruga, não quis ofendê-la), e sinceramente não vejo isso na prática nem daqui a 100 anos. Enquanto houver corrupção, tudo que imagino para a Educação e a Educação Matemática no nosso país não passam de utopias.

Já escrevi demais.

Tire um tempinho para ler o texto Uma defesa apaixonada do pensamento matemático, publicado na +EXAME.com em 18 de maio de 2015.

Jordan Ellenberg é matemático, com doutorado em Harvard, e professor na Universidade de Wisconsin, Madison. Já colaborou em inúmeros periódicos, entre os quais New York Times, Washington Post, Wall Street Journal e Boston Globe. Atualmente assina uma coluna na revista Slate chamada Do the Math.

Seu livro O Poder do Pensamento matemático¹ está disponível na Livraria Zahar por apenas R$ 59,90. (tenho que comprar um imediatamente). Ganhei de presente da editora.

______________________________
¹ Link não patrocinado

COMENTÁRIOS

BLOGGER: 4
  1. Excelente blog. Parabéns,continue assim.

    ResponderExcluir
  2. O senhor leciona física também? As escolas não exigem a licenciatura em física? Pois eu estou com muita vontade de fazer duas licenciaturas (Física e Matemática) quando terminar minha Engenharia Eletrônica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Medeiros!

      Sim, pois a minha grade curricular da época permite isso. Para lecionar Física é necessário obviamente ter a formação em Física. Assim acontece também para Matemática.

      Desejo sucesso para você.

      Abraço!

      Excluir

Nome

android,27,aplicações matemáticas,119,Aprender Matemática,31,Artigo Convidado,50,Biologia,1,blog,49,Blogger,3,Camisetas de exatas,3,Carl Sagan Day,1,chrome,9,cinema,12,Concursos,3,Curiosidades matemáticas,102,curso online,10,Desafios matemáticos,44,destaque,1,determinantes,3,Dia do Estudante,1,Dia do Professor,10,Diario Escolar Digital,5,Dica de economia,4,dica de livro,32,Dica para professor,43,divulgação,61,E-book,4,Editorial,21,educação,106,ENEM,1,ensino,138,Entrevista,8,eventos,19,excel,24,extensões,11,Facebook,8,feira do livro,4,firefox,2,frações,6,funções,8,geogebra,80,GifsMatemáticos,5,google,42,história da matemática,40,humor,58,IMO,2,InternetJusta,1,iOS,19,iPad,7,iPhone,3,jogos,27,Katex,1,Latex,20,LibreOffice,12,linux,49,Livro GeoGebra,6,Mapa Mental,1,Matemática e profissões,20,Matemático do dia,27,Materiais GeoGebra,23,Mathjax,2,Netflix,7,Noticias,132,OBMEP,1,One Strange Rock,1,Papel milimetrado,5,Papel Quadriculado,1,Pi Day,16,piadas matemáticas,13,PodCast,4,política,3,premiações,7,professor,6,promoção,13,Quiz,22,Resenhas de Livros,1,Resposta Desafios,1,Sebastião Vieira,22,software,18,Software Livre,50,Tabuada,5,TCC,17,Telegram,8,TexMath,4,TIC,32,Top artigos,4,ubuntu,15,Videos,104,wallpapers matemáticos,23,Widgets,26,windows,41,wolfram alpha,30,Youtube,16,
ltr
item
Prof. Edigley Alexandre - O blog para professores e estudantes de Matemática: Como podemos pensar matematicamente?
Como podemos pensar matematicamente?
O texto expressa de maneira profunda o meu pensamento matemático sobre as situações que nos cercam e nos envolvem mesmo que não notamos todos os dias.
https://2.bp.blogspot.com/-CPfz8i_3yX4/VVn3OspnvSI/AAAAAAAAQfQ/sxP8q3vsLfw/s1600/como-podemos-pensar-matematicamente.png
https://2.bp.blogspot.com/-CPfz8i_3yX4/VVn3OspnvSI/AAAAAAAAQfQ/sxP8q3vsLfw/s72-c/como-podemos-pensar-matematicamente.png
Prof. Edigley Alexandre - O blog para professores e estudantes de Matemática
https://www.prof-edigleyalexandre.com/2015/05/como-nos-podemos-pensar-matematicamente.html
https://www.prof-edigleyalexandre.com/
https://www.prof-edigleyalexandre.com/
https://www.prof-edigleyalexandre.com/2015/05/como-nos-podemos-pensar-matematicamente.html
true
125900602153146940
UTF-8
Carregar mais posts Não foram encontrados posts VER TODOS Leia mais Responder Cancelar resposta Delete Por Início PÁGINAS POSTS VER TODOS RECOMENDADOS PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISE TODOS OS POSTS Não foi encontrada nenhuma correspondência de postagem com sua solicitação VOLTAR Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO PREMIUM ESTÁ BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhar em uma rede social PASSO 2: Clique no link da sua rede social Copiar todo o código Selecioinar todo o código Todos os códigos foram copiados para a área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar