A mais nova implementação pela equipe do GeoGebra no GeoGebraTube, é o suporte a linguagem em latex. Escrever equações matemáticas já era possível no GeoGebra para desktop e dispositivos móveis, incluindo para a versão web. Porém, a linguagem escrita inserida não era exibida no GeoGebraTube.
A mais nova implementação pela equipe do GeoGebra para o GeoGebraTube (serviço de exibição de applets online), é o suporte para linguagem em $\LaTeX$.

Tudo mais bonito: GeoGebraTube agora com suporte a linguagem LaTeX

Escrever equações matemáticas em linguagem $\LaTeX$ já era possível no GeoGebra para desktop e dispositivos móveis, incluindo para a versão web. Porém, a linguagem escrita inserida nos applets não era exibida no GeoGebraTube.

Veja como ficará.

Exibição de applet sem latex
http://tube.geogebra.org/student/m750719

Veja como era antes:

Exibição de applet com latex
http://tube-beta.geogebra.org/student/m750719

Lembrando que este recurso para o GeoGebraTube está em fase beta e deve ser acessado em endereços diferentes, como mostrado nas legendas das imagens acima.

Para esta simbologia matemática mostrada nas imagens acima, não faz tanta diferença usar ou não usar $\LaTeX$. Mas, a sua utilização em simbologias mais longas e abstratas, faz toda a diferença do ponto de vista estético e para o melhor entendimento de equações.

Veja estes exemplos com ou sem $\LaTeX$.

Exemplo com LaTeX
Com $\LaTeX$

Exemplo sem LaTeX
Sem $\LaTeX$

Edigley Alexandre

Edigley Alexandre

Graduado em Matemática pelo DME na UERN em 2007, leciona Geometria, Matemática e Física. Blogueiro Part-Time desde 2007. Membro do Google+ Create em Português. Seu interesse é compartilhar conhecimento matemático interligado à Tecnologia da Informação e Comunicação, assim como artigos de opinião sobre Educação, Matemática e Educação Matemática.

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

0 comentários: