Compartilhe esse artigo:


Dúvida de um leitor sobre como administrar o tempo em sala em sala de aula em um cursinho.
Recebi o seguinte mensagem em meu e-mail:

Olá Prof. Alexandre boa noite! Como vai, tudo bem? Pesquisando na internet cheguei até o seu site. Eu sou recém-formado no curso de Engenharia Mecânica e começarei a dar aulas de matemática em um cursinho pré-vestibular. As aulas são semanais, e daqui para o fim do semestre quando começam os vestibulares eu vou repassar alguns conteúdos de matemática que os alunos mais têm dificuldade. Eu gostaria de saber nesse caso como eu posso fazer uma boa administração do tempo em sala de aula. Como os materiais já existem em apostilas, eu preciso apenas seguir. Você recomenda algum material ou poderia me dar algumas dicas sobre como usar o tempo sem correr muito e ficar sem assunto até o fim da aula ou sobre como não me atrasar com relação ao conteúdo?

Confesso que não sei como é a estrutura das aulas em um cursinho, pois são aulas diferentes em relação ao curso do Ensino Fundamental 2 e Médio. Geralmente, as aulas em cursinhos são focadas para a resolução de exercícios. Portanto, tenha em mãos uma boa quantidade de exercícios resolvidos e não resolvidos.

Além da teoria matemática que irá explorar (revisar talvez), terá que gastar mais tempo explicando como resolver esses exercícios do que explicando teoria matemática rigorosa. Sem falar dos velhos macetes que aluno de cursinho adora conhecer.

Como administrar o tempo em sala de aula? [cursinho]

É complicado estimar um tempo, terá que fazer isso por experiência própria, pois o tempo de aula depende de algumas variáveis. São elas:
  1. Teoria matemática rigorosa que dará aula;
  2. Perguntas de alunos sobre essas teorias;
  3. Quantidade de questões que resolverá por aula.
Entre outros fatores.

1. Teoria matemática rigorosa que dará a aula

É comum você encontrar nesse blog a frase teoria matemática rigorosa. E o que é isso? É base matemática que um aluno deve dominar para entender uma sequência de conteúdos matemáticos. São as propriedades elementares da Matemática. No artigo Aprenda a fatorar equações e esqueça de Bhaskara! escrevi mais detalhes sobre teoria matemática rigorosa.

Em cursinhos pré-vestibulares não há tempo para revisar a matemática básica de forma tão detalhada. O ideal é que o aluno já a domine e continue avançando na resolução de exercícios mais complexos.

Portanto, se optar por uma revisão de algum conteúdo matemático básico, leve em consideração que o tempo que precisará será quase dobrado.

O próximo tópico é uma consequência.

2. Perguntas de alunos sobre teorias matemáticas

Perguntas e dúvidas sobre teorias matemáticas são totalmente diferentes de perguntas ou dúvidas em exercícios matemáticos diretos. Por que? O tópico 1 explicou.

Por exemplo:

2.1. Uma primeira aula sobre equação do 1º grau engloba muitas teorias matemáticas que devem ser explicadas em detalhes e obedecendo as propriedades matemáticas elementares uma por uma. Neste caso precisa de mais tempo.

2.2. Já em um exercício sobre equação do 1º grau, a explicação de como ele é resolvido é mais usual e mais direta. Neste caso a tarefa é mais rápida.

Mesmo que em ambos os casos haja dúvidas pertinentes entre os alunos, a diferença entre explicar teoria e explicar exercícios diretos, é basicamente, o tempo necessário que cada situação exige.

No artigo A Matemática tradicional ainda funciona escrevi sobre como resolver uma equação do 1º grau da forma correta. Essa é a minha aula em escolas. Já em um cursinho não há tanto tempo suficiente para expor esses detalhes importantes.

3. Quantidade de questões que resolverá por aula

Uma saída que vejo é de elaborar um material extenso. Dessa forma nunca faltará material para explicação/resolução e ao mesmo tempo material para o aluno. Geralmente, a própria instituição elabora o material para o cursinho.

Quanto a cronologia dos conteúdos, divida-os em blocos e tente estimar o tempo que terminará cada um deles, sem contar com interrupções de alunos com suas dúvidas e também levando em conta o tipo de cursinho: de nível médio para concursos ou de nível médio para vestibulares.

O importante em cursinhos é dar prioridade para resolução de exercícios. É o que um aluno de cursinho espera.

Portanto, deixe sempre 80% do tempo restante da aula para resolver exercícios e dar dicas valiosas para seus alunos.

Conteúdos:


Edigley Alexandre

Edigley Alexandre

Graduado em Matemática pelo DME na UERN em 2007, leciona Geometria, Matemática e Física. Blogueiro Part-Time desde 2007. Membro do Google+ Create em Português. Seu interesse é compartilhar conhecimento matemático interligado à Tecnologia da Informação e Comunicação, assim como artigos de opinião sobre Educação, Matemática e Educação Matemática.

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

0 comentários: