Afinal, o que faz o sucesso de um blog? A plataforma ou você? A plataforma Blogger é muito criticada na blogosfera. Algumas críticas são válidas e outras injustas.
Muitas pessoas subestimam o poder de um bom blog. Mesmo com o aumento gigantesco dos conteúdos áudio visuais nos últimos anos, seria um engano se pensarmos que blogs estruturados apenas em conteúdo em formato de texto estão esquecidos, perderam a importância ou que zeraram sua audiência.

Com o aumento da banda larga de internet (ainda é muito ruim), é sabido que logo logo os vídeos (e stream) iriam tomar uma fatia grandiosa do volume de conteúdo na internet. Alcançar uma alta audiência é uma tarefa mais fácil com canais no Youtube. Porém, nem sempre uma grande audiência é sinal de conteúdo relevante, basta ver a quantidade de vídeos que não tem tanta utilidade que há no Youtube com milhões de views. Existem uma minoria com conteúdo de qualidade, mas poucos são os que querem conhecimento.

Sou um dos poucos blogueiros da safra de 2007 que ainda mantém o blog sempre atualizado. Sim, tenho textos longos (mais acessados) e curtos, tenho alguns vídeos, incorporo vídeos de colegas, etc. Felizmente a minha audiência se mantem fiel ao conteúdo em texto. Ainda pretendo criar conteúdos em vídeos, mas antes tenho que investir mais em ferramentas e treinamento para isso.

É possível criar um blog educacional elegante, funcional, rápido e responsivo com o Blogger da Google!


'Textão' no blog ainda funciona? Você tem preguiça de ler?

'Textão' no blog ainda funciona? Você tem preguiça de ler?
Imagem: freepik.com
Blogs com textos longos e relevantes são lidos por pessoas que querem conteúdo de qualidade. Se o conteúdo for bom mesmo e a pessoa tem o bom hábito da leitura, com certeza não faltará público. Basta ver os blogs sobre resenhas de livros, de futebol, de jornalistas políticos, de moda, etc.

Preguiça de ler é um mal que cresce de forma assustadora, infelizmente. Com a evolução das redes sociais, onde a informação é rápida e dinâmica, percebemos que a grande maioria está se acostumando com este tipo de publicação mais superficial e objetiva. Não condeno este tipo de coisa, este avanço veio para somar em nossas vidas, seja no campo profissional ou pessoal. Mas, espero que esta nova forma de obter informação não prejudique nossa busca por conhecimentos mais profundos e elaborados e nem seja um ponto negativo no gosto pela leitura. Felizmente, existem muitas pessoas que não se sentem intimidadas ou entendiadas diante de um texto longo. Claro que muito disso depende da forma como o autor escreve e se esforça para que a leitura seja cativante, útil e interessante. [Samanta Sammy em trecho do artigo Você tem preguiça de ler?]

Às vezes, não adianta muito ter um ótimo conteúdo relevante e estruturado em um ótimo layout, se não utilizar algumas técnicas (SEO) necessárias para atrair leitores e audiência. Não é enganação e publicidade falsa. São apenas alguns recursos importantes que a maioria dos blogueiros, principalmente professores, nunca utilizaram ao seu favor.

Hoje a maior origem de tráfego desse blog (http://www.prof-edigleyalexandre.com/) são as pesquisas vindas do Google (tráfego orgânico). Essa forma é a melhor, pois obviamente é mostrado no blog o que as pessoas pesquisaram. E se gostaram do conteúdo que encontraram é mais fácil que assinem o blog ou que voltem ou que ainda compartilhem o que acharam. Aí vira uma grande rede.

Basicamente, um bom blog é aquele que tem conteúdo relevante e de qualidade (texto, vídeo, podcast, etc.), que seja acessado em várias plataformas (desktop e mobile) e que abra em menos de 5 ou 6 segundos, caso contrário as pessoas não esperarão e não voltarão mais (isso é estatística comprovada).


Vídeos não se traduzem em garantia de conteúdo completo

O vídeo é uma forma mais rápida e dinâmica de comunicação que facilita a busca por conteúdo também dinâmico. Vê-lo como um conteúdo pronto e acabado é um erro que muitos julgam de forma errada. Um bom exemplo acontece com o canal Nerdologia, que aliás recomendo fortemente. Seus conteúdos são sempre apoiados em fatos científicos, históricos, etc. O canal sempre recomenda ao final de seus vídeos o aprofundamento do tema abordado, através de links para artigos, livros, etc.

E o que acontece? Poucos acessam as fontes de complemento recomendadas (maioria em texto) e começa uma verdadeira artilharia de comentários ofensivos, apenas por conta de alguns deslizes aceitáveis que passou despercebido.


É possível criar um blog educacional elegante, funcional, rápido e responsivo com o Blogger da Google?

Blogger
A plataforma Blogger é muito criticada na blogosfera. Algumas críticas são válidas e outras injustas. Afinal, o que faz o sucesso de um blog? A plataforma ou você?

Julgar o sucesso de um blog baseado apenas na sua plataforma é subestimar o talento alheio. [Samanta Sammy em trecho do artigo O que faz o sucesso de um blog? Blogger, Wordpress ou você?]

Há diversos tipos de blogs onde o conteúdo está em formato de texto sendo complementado com vídeos ou vice-versa. É o caso desse blog na medida do possível.

Mesmo para quem não sabe nada de HTML ou CSS, é muito fácil organizar o seu projeto online (escola ou disciplina) com apenas alguns cliques, arrastar e soltar. Recentemente o Blogger lançou novos layouts que são muito elegantes, simples e responsivos, isto é, que se encaixam em diferentes tamanhos de tela, como por exemplo tablets e smartphones.

Esses novos layouts (também chamados de templates) não são recheados de recursos como outros blogs, e é isso que gosto muito neles. Quanto mais simples melhor.

Sempre quando sobra um tempinho pesquiso por blogs na internet sobre assuntos do meu interesse. Encontro muitos blogs totalmente desestruturados e que quase não abrem de tão poluídos, sem contar que em muitas vezes a leitura torna-se quase impossível. Você já tentou ler um texto longo sem nenhuma quebra de linha e ainda por cima com fundo preto e texto branco? É ruim demais.



E isso não é especialidade de blogs hospedados na plataforma Blogger, mas também em outras como Wordpress, por exemplo.

Talvez você não seja ou não deseja ser um blogueiro (a) profissional, mas o ambiente onde está o seu conteúdo precisa ser profissional ou o mais próximo disso. Afinal, para que criar um blog mesmo? Você pode tratá-lo como hobby, como assim também o faço, porém levando mais a sério. Dessa forma o seu blog pode alcançar uma audiência maior.[Citação minha]

Não faz sentido criar um blog e jogar tudo nele de forma despretensiosa. Quem se interessou por seu conteúdo sempre esperará algo bom dele. Quando leio comentários no blog, sinto que ele está sendo útil para várias pessoas, sejam professores ou alunos.

Nossa, confesso que quase chorei (sério), entrei na faculdade de contabilidade pensando no dinheiro, tranquei e fui cursar direito, novamente pensando no dinheiro, e agora conversando com meus pais, volto a minha origem, e volto atrás, quando falei que queria ser professor de matemática, pois gosto muuuito, mas, pensando no financeiro, acabou que foi esquecida (a matemática), agora em 2017 estou disposto a cursar matemática, fico feliz e me emociono, em vê pessoas felizes, pessoas alegres, com toda dificuldade financeira ou física, fazendo o possível pra cursar e se tornar aquilo que sempre sonhou, obrigado Edigley me ajudou bastante. O dinheiro não compra felicidade, nem realizações. [Comentário em Como treinei meu cérebro para me tornar fluente em Matemática]

Geralmente me disponho a ajudar. Infelizmente a resposta é a mesma: não sou blogueiro(a) profissional, então deixa assim mesmo.

Recentemente criei um simples blog para compartilhar soluções de Quizzes que realizo no Google+. Como no G+ não tem como responder em $\LaTeX$, o blog cai bem nesse sentido. O blog não tem domínio registrado. Ele tem apenas um ambiente limpo, organizado e muito rápido.


Teste de site Think With Google

Ver teste com as ferramentas abaixo.

Think With Google PageSpeed Insights

Caso de sucesso

O exemplo que gosto mais de citar é o da Profª Daniela Mendes. Ela é a idealizadora do maravilhoso projeto Laboratório Sustentável de Matemática na Escola Estadual Hebe Camargo no Rio de Janeiro.

Não lembro-me ao certo se a procurei ou foi ela, só sei que quando vi o seu blog pela primeira vez pensei: um projeto tão lindo merece ter um ambiente de divulgação mais organizado e com uma audiência maior.

Era um blog desestruturado, mal organizado, pesado, lento, textos sem quebra de linha, etc. Tais defeitos não são atribuídos por negligência da autora, mas por falta de conhecimento/treinamento em edição e formatação de layouts e postagens no blog (e tempo também). Nesse mesmo dia, enviei um e-mail para a Daniela. Fiz um relatório completo do blog e o que poderia mudar. Ela aceitou e começamos.

Compramos um layout customizado, um domínio próprio, criamos um logotipo, criamos um e-mail profissional, criamos  e integramos o blog às principais redes sociais e na época até criamos um app. Não demorou muito para o projeto crescer, ser visto, ganhar mais colaboradores e ser premiado.

Hoje compartilho aqui uma reportagem que foi veiculada recentemente nos jornais O Globo e Extra, sobre a prática desenvolvida e aplicada no projeto Laboratório Sustentável de Matemática, prática essa vencedora da categoria Ensino Médio do Prêmio de Educação Científica 2015 e também alguns momentos da viagem educacional a Londres referente à esta premiação. [Daniela Mendes no artigo Reportagem sobre o primeiro lugar no Prêmio de Educação Científica e viagem da premiação nos Jornais O Globo e Extra]


Conheça o LSM

Concluindo o 'textão' (risos)

Crie conteúdo, fique atento às suas métricas, escreva para pessoas e não para robôs de busca, compartilhe da forma correta e todo o resto é consequência.

Quer mais dicas excelentes de como organizar o seu blog da melhor forma possível? Escrevi e publiquei o E-book Gratuito: 10 dicas valiosas para professores blogueiros iniciantes em 2015, mas ainda muito atual. Clique no botão abaixo para baixá-lo.

Baixar e-book Sumário

E-book: 10 dicas valiosas para professores blogueiros iniciantes
Edigley Alexandre

Edigley Alexandre

Graduado em Matemática pelo DME na UERN em 2007, leciona Geometria, Matemática e Física. Blogueiro Part-Time desde 2007. Membro do Google+ Create em Português. Seu interesse é compartilhar conhecimento matemático interligado à Tecnologia da Informação e Comunicação, assim como artigos de opinião sobre Educação, Matemática e Educação Matemática.

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

2 comentários:

  1. O trabalho do Edigley como webmaster do blog do LSM fez toda a diferença em nosso projeto! Graças ao design profissional e ao apoio constante dele a cada post que fazemos (sempre nos auxiliando com o melhor formato, títulos e endereços para as postagens dentro das tecnicas de SEO- ferramentas de busca do google), além de todo esse apoio ele também fez o lançamento do blog remodelado não só no blog dele como também em suas redes sociais, o que foi muito importante na visibilidade do projeto. Edigley fez e faz toda a diferença para a visibilidade do nosso trabalho. Obrigada Edigley!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, pára vai! kkkkk

      O projeto que criou é maravilhoso e precisava ser alcançado por mais pessoas.

      Um abraço, Dani!

      Excluir