Depois de um resultado não muito esperado no ano passado quando a IMO 2017 foi sediada no Rio de Janeiro, agora veio um ótimo resultado na IMO 2018 na Romênia.
Esse é o Brasil que tem a minha torcida.

Depois de um resultado não muito esperado no ano passado quando a IMO 2017 foi sediada no Rio de Janeiro, agora veio um ótimo resultado na IMO 2018 na Romênia.

A IMO 2018 na Romênia foi especial, pois marca o início da IMO. A primeira Olimpíada Internacional de Matemática foi realizada na Romênia em 1959 e 59 anos depois ela volta como sede.

Depois de cinquenta e nove anos, a Olimpíada Internacional de Matemática continua sendo um evento muito respeitável e uma das mais duradouras competições internacionais educacionais e científicas. A primeira olimpíada internacional foi organizada e realizada na Romênia em 1959 e, como participante, ainda me lembro com emoção da atmosfera do concurso. O começo foi modesto no que diz respeito ao número de participantes, mas logo se tornou uma grande competição internacional e uma verdadeira escola para estudantes superdotados em matemática e matemáticos profissionais. [Viorel Barbu Presidente do Departamento de Matemática da Academia Romênia e participante da primeira IMO]

O evento foi realizado na cidade de Cluj-Napoca, na Romênia, reunindo nessa 59ª edição 615 estudantes, entre os dias 03 e 14 de julho de 2018. Foram 107 países participantes, somando ao todo 594 estudantes.

Brasil ganha medalha de ouro na IMO 2018 na Romênia

Pontuação nessa IMO 2018:
  • O número máximo de pontos por estudante foi de: 42
  • Medalhas de ouro: 48 (score ≥ 31 points).
  • Medalhas de prata: 98 (score ≥ 25 points).
  • Medalhas de bronze: 143 (score ≥ 16 points).
  • Menções honrosas: 138.

Resultado do Brasil

O estudante paulista Pedro Lucas Lanaro Sponchiado (17) ganhou medalha de ouro na 59ª Olimpíada Internacional de Matemática - IMO 2018 tendo uma pontuação de 35 pontos dos 42 possíveis.

O Brasil também conquistou 4 medalhas de bronze, com Bruno Meinhart (17) de Fortaleza (CE); Bernardo Trevizan (16) de São Paulo (SP), Pedro Gomes (15) de Fortaleza (CE) e André Hisatsuga (18) de São Paulo (SP). Já o estudante Lucas Harada (17) de São Paulo (SP), ficou com uma menção honrosa.

Esse resultado garantiu para o Brasil o 28º lugar no ranking da IMO.

Todas as provas da IMO em português do Brasil (1959 - 2018*)

Agrupei nesses arquivos todas as provas que os competidores foram submetidos. Separei por ano de participação. As provas estão no formato PDF. Já lancei aqui no blog como um desafio matemático, um das questões da IMO e obtive uma bela resposta.

IMO-2006 IMO-2008 IMO-2009 IMO-2010 IMO-2011
IMO-2012 IMO-2013 IMO-2014 IMO-2015 IMO-2016
IMO-2017 IMO-2018 IMO-2019 IMO-2021 IMO-2022
TODAS AS PROVAS

* De 1959 a 2005 (exceto 1979) não tinha a versão da prova em português do Brasil. De 2006 a 2016, apenas em 2007 não teve a prova em português do Brasil.

Conteúdos:


Edigley Alexandre

Edigley Alexandre

Graduado em Matemática pelo DME na UERN em 2007, leciona Geometria, Matemática e Física. Blogueiro Part-Time desde 2007. Membro do Google+ Create em Português. Seu interesse é compartilhar conhecimento matemático interligado à Tecnologia da Informação e Comunicação, assim como artigos de opinião sobre Educação, Matemática e Educação Matemática.

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

2 comentários:

  1. Todos merecem nossa admiração e respeito,e, como avó materna do Pedro Lucas, faço uma homenagem especial a ele, pq estudou muito para chegar até o ouro.
    Parabéns, Pedro Lucas, vc é nosso mocinho de ouro!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      É verdade! Só em estar na equipe já é uma grande conquista pessoas para cada um deles. Chegar onde chegar é maior ainda. Mas, é apenas o começo.

      Um abraço e obrigado por vir aqui.

      Excluir