Inspirado em uma história real, O homem que conheceu o infinito (The Man Who Knew Infinity, 2015) conta a emocionante história da genialidade de Srinivāsa Aiyangār Rāmānujan, matemático indiano que, mesmo sem formação acadêmica, contribuiu definitivamente em diferentes áreas da Matemática.
Acabei de assistir o trailer legendado de O homem que viu o infinito, e, a julgar por ele, já fiquei todo arrepiado e confesso que correu cinco lágrimas enquanto assistia algumas cenas. Por ser "matemático", minha paixão por filmes com este tema é muito entusiasmada. No final da postagem tem mais dicas de filmes.

Descrição do vídeo

Inspirado em uma história real, O homem que conheceu o infinito (The Man Who Knew Infinity, 2015) conta a emocionante história da genialidade de Srinivāsa Aiyangār Rāmānujan, matemático indiano que, mesmo sem formação acadêmica, contribuiu definitivamente em diferentes áreas da Matemática. 

Com roteiro e direção de Matt Brown, o longa é ambientado na Inglaterra, durante a Primeira Guerra Mundial. Após uma infância humilde, vivida em Mandra, na Índia, Rāmānujan (Dev Patel, de Quem Quer Ser Um Milionário?) é admitido na Universidade de Cambridge e, com a ajuda de seu professor, G. H. Hardy (Jeremy Irons, vencedor do Oscar por O Reverso da Fortuna), consegue provar como conseguiu ver o infinito.

"O homem que viu o infinito" conta a verdadeira história de um gênio matemático: Srinivasa Ramanujan

Alguns fatos históricos

Nasceu em 22 de dezembro de 1887 em Erode, Tamil Nadu, Índia. Faleceu em 26 de abril de 1920, em Kumbakonam, estado de Tamil Nadu, na Índia.

Foi um dos maiores gênios matemáticos da Índia. Ele fez contribuições substanciais para a teoria analítica dos números e trabalhou em funções elípticas, frações contínuas e séries infinitas.

Com um ano de idade foi com os seus pais para a cidade de Kumbakonam onde, mais tarde, frequentou a escola primária e o liceu. No liceu, Ramanujan revelou-se um bom aluno em todas as disciplinas. Em 1900, com treze anos, começou a estudar sozinho séries aritméticas e geométricas. Com 15 anos aprendeu a achar soluções de polinômios de grau três e desenvolveu um método para resolver polinômios de grau quatro.

Leia mais fatos históricos sobre Ramanujan e um lindo Doogle da Google em sua homenagem, em Matemático do dia: Srinivasa Ramanujan.

Assista o trailer


Baixar vídeo

Outros filmes sobre matemáticos

Visite a categoria cinema aqui no blog com várias dicas de filmes (alguns recentes) cujo tema é a Matemática ou a vida de grandes matemáticos.

Cartaz original

Cartaz original

Segundo o Omelete, o filme estreia no Brasil em 25 de agosto. #AnsiosoDemais

Edigley Alexandre

Edigley Alexandre

Graduado em Matemática pelo DME na UERN em 2007, leciona Geometria, Matemática e Física. Blogueiro Part-Time desde 2007. Membro do Google+ Create em Português. Seu interesse é compartilhar conhecimento matemático interligado à Tecnologia da Informação e Comunicação, assim como artigos de opinião sobre Educação, Matemática e Educação Matemática.

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

8 comentários:

  1. Muito massa esse filme quero ver !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Hermesson!

      Ainda não assisti, ansioso também. Depois de você assistir, volte aqui e deixe sua impressão sobre o longa.

      Abraço!

      Excluir
  2. "verdadeira história"?? Como assim? Há uma, não grande, mas sim gigantesca mística por trás de toda essa história desse rapaz fundamentada em questões religiosas e governamentais. Não há no filme, uma única vírgula sobre os estudos que ele fez na Índia (sim ele recebeu formação - Só não era no modelo americano/europeu) mas recebeu (mas disso ninguém fala).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo. O cinema nunca irá retratar a vida de um matemático como realmente foi, com todas as suas contribuições e glórias. Assim foi com outros matemáticos.

      O motivo é óbvio: o público que entenderá um filme recheado de informações matemáticas é ínfimo.

      Excluir
  3. Muito bom esse filme, tive a oportunidade de assistir, é simplesmente espetacular

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Paulo!

      O filme é brilhante. Já assisti várias vezes.

      Obrigado por estar aqui.

      Abraço!

      Excluir
  4. Sensacional. A Inglaterra teve que "engolir" um indiano, enquanto explorava a Índia.

    ResponderExcluir