Conheça um pouco da história de uma pessoa que, mesmo com muita dificuldade luta por seus sonhos. Um deles é vencer com a Matemática.
Quantos jovens alunos você conhece que tem todas as oportunidades que os pais e o mundo possam oferecer e simplesmente eles desprezam? Talvez agora você lembrou daquele aluno indisciplinado que não assisti suas aulas.

Alguns tem tudo: moram em casa própria, tem quarto próprio, computador, smartphone, internet banda larga, TV por assinatura, consoles de vídeo game, pode comprar o livro que quiser, viajar para onde quiser, estuda em escola privada cara onde as despesas são altíssimas. E mesmo com tudo isso e muito mais, seus pensamentos sobre a vida, o seu futuro, caridade, etc., são vagos e despretensiosos.

Por que? Haja psicologia pra isso...

Em 18 agosto de 2017 recebi um e-mail no mínimo emocionante. No dia 20 de agosto do mesmo ano o respondi e salvei, tanto o e-mail como minha resposta, em rascunho no blog para uma futura publicação. Como tenho mais de  160 rascunhos, esse texto estava perdido entre eles sem título.

Hoje o encontrei e resolvi compartilhá-lo. Conheça um pouco da história de uma pessoa que, mesmo com muita dificuldade luta por seus sonhos. Um deles é vencer com a Matemática.

O ajudante de pedreiro e o seu despertar pela Matemática

O e-mail

Professor, boa tarde.

Sou ******* de São Paulo.

Sou ex aluno de suplência, nunca gostei de estudar, mas terminei o ensino médio empurrado.

No final do ano de 2015, comecei a fazer curso de matemática no método japonês por nome de Kumon.

Foto enviada pelo autor do e-mail
A minha mente abriu bem, e já estou na metade do curso, eu comprei essas coleções do Gelson Iezzi e os livros de resoluções de todos os volumes por Deus, comprei trabalhando de ajudante de pedreiro, pois estou desempregado, mas queria continuar fazendo o curso do Kumon, e investir nessa coleção, e em livros de outras matérias.

Como peguei gosto por estudar todos os dias, e pela matemática, me ascendeu essa centelha e sede pelo conhecimento sobre todas as coisas e sobre a matemática, e como li sobre o ensino que está péssimo no Brasil, só de raiva eu quero fazer licenciatura em matemática, mas tenho dúvidas se faço a licenciatura mesmo ou o bacharelado.

Pois bem, vou te falar o meu problema:

É o meu sonho estudar volume por volume, ler, entender e compreender 100% cada volume, e fazer todos os exercícios que estão em todos os volumes, mas quero fazer tudo de forma completa, sem deixar passar nenhum exercício e nem leitura, só que eu não consigo.

Gostaria de saber se você pode me dar um concelho ou uma dica, ou uma motivação para eu desenvolver nesta coleção, pois se elas vieram parar nas minhas mãos, vejo como um sinal de Deus para eu estudar elas.

A princípio quero aprender e desenvolver nelas por prazer, e depois claro, o meu objetivo é somente esse ano o Enem, para eu tentar entrar na faculdade de licenciatura em matemática, mas em primeiro lugar, quero aprender por prazer, e parar tirar o atraso por não ter estudado quando mais jovem, hoje tenho trinta anos.

Tenho outra pergunta, qual seria o requisito mínimo para eu poder começar no primeiro volume?

Eu estou em fatoração no Kumon, e no começo de Radiciação, você acha que eu deva esperar mais um pouco para começar ela, ou já começo logo de uma vez? Eu até baixei dois roteiros de estudos do FME no site guiadocdf, está em anexo neste e-mail caso você ainda não conheça.

Mas mesmo assim não consigo estudar, acho que é porque sei que estou desempregado, e até os serviços de ajudante de pedreiro também acabaram, acho que é por isso que não estou conseguindo estudar. Também gostaria de te falar, que sou mecânicos de autos, mexo com carros importados, e já tenho o pé em exatas.

E fiz uma prova aqui em São Paulo, para uma faculdade pública, por nome de Univesp, universidade virtual de São Paulo, é a distância, e pública, me parece que é montada pela USP, pois os professores da USP dão aulas lá, só que é a distância, e gratuito.

Eu acredito que como estou como suplente, eu entre lá para a terceira ou quarta chamada, mas falam que a lista pode correr até a nona chamada, se eu entrar, vou me esforçar ao máximo, mas se eu não entrar, eu tenho o Enem e também caso arrume um serviço, eu até pago por fora numa instituição qualquer, pois sei que o conhecimento não está na faculdade, então não to com o coração preso nesta faculdade, mas vou tentar o enem e ver no que dá.

Gostaria muito que você me desse o seu ponto de vista em relação as coisas que te falei, e que me desse dicas de como estudar essas coleções.

Desde já agradeço pela sua atenção e prestatividade em ler o meu e-mail.

Abraços *******.

Minha  resposta

Olá, *******!

Antes de tudo saiba que mesmo sem te conhecer te admiro muito. Reconhecer falhas e partir pra luta são características de vencedores. Você é muito jovem ainda e seu sucesso depende de seus esforços. Se ouvir algum comentário dizendo que não pode, dê o seu silêncio e prove o contrário.

Respondendo a pergunta sobre Bacharelado ou Licenciatura em Matemática, escrevi o artigo Para que serve um matemático e um professor de Matemática? para o blog, que trás muitas informações das quais te ajudará.

Respondendo a pergunta sobre conselho, dica ou motivação, recomendo que conheça a minha história lendo o texto Como treinei meu cérebro para me tornar fluente em Matemática. Nunca fui fera em Matemática e passei por muitas barreiras até me formar e hoje ser professor. Nesse texto conto todos os detalhes. Recomendo também que leia os comentários dessa postagem, pois tem muitas pessoas que estão passando por situação semelhante a sua. Respondi cada comentário com mais dicas.

Sobre a coleção de Gelson Iezzi ela é excelente e estudei muito por ela. Contei no artigo Os livros que utilizei para estudar Matemática durante toda a graduação.

Sobre o seu ritmo de estudos, não sei como anda seu nível de aprendizado em Matemática, não sei como está a sua base matemática mesmo relatando que está estudando fatoração e radiciação. A coleção que comprou tem um nível matemático de dificuldade que pode variar de volume para volume. E o seu entendimento depende dessa base matemática. Tudo o que estudou no Ensino Fundamental 2 é o começo.

Dizemos que uma pessoa é dotada de base matemática, quando ela detém de um conjunto de conhecimentos específicos que possibilitam:
  • Identificar a linguagem matemática (símbolos e nomenclaturas padrões);
  • Interpretar a linguagem matemática em diferentes contextos;
  • Dominar operações aritméticas e algébricas;
  • Identificar, interpretar e dominar a Geometria no contexto aritmético e algébrico.

Faça uma auto avaliação em relação ao nível fundamental. Peça a ajuda de seus professores no Kumon nesse sentido. Tentar estudar todos os volumes de Gelson Iezzi sem entender a Matemática do Ensino Fundamental 2, vai complicar tudo para você.

No entanto sempre tenha em mente que ser bom em Matemática não é sinônimo de ser um bom professor de Matemática, caso você opte mais tarde pelo curso de licenciatura.

Te desejo muito sucesso em seus estudos.

Um grande abraço!

Concluindo

Na época, li esse e-mail em sala de aula para uma turma. Depois de lê-lo vi um garoto chorando de cabeça baixa. Esperei o intervalo para conversar a sós com ele. Perguntei porque chorava e ele respondeu: meu pai é pedreiro e trabalha para bancar os meus estudos aqui. Ele nunca teve oportunidade de estudar. Hoje ele faz de tudo por mim para que eu tenha um futuro melhor.

Edigley Alexandre

Edigley Alexandre

Graduado em Matemática pelo DME na UERN em 2007, leciona Geometria, Matemática e Física. Blogueiro Part-Time desde 2007. Membro do Google+ Create em Português. Seu interesse é compartilhar conhecimento matemático interligado à Tecnologia da Informação e Comunicação, assim como artigos de opinião sobre Educação, Matemática e Educação Matemática.

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

6 comentários:

  1. Bom dia Professor, tudo beleza?

    Sensacional essa história de vida, são esses os verdadeiros heróis sem capa. Neste ano, iniciarei o Curso de Matemática voltada para a licenciatura, e você Professor Edigley, foi uma das minhas fontes de inspiração. Eu gostaria de lhe perguntar o seguinte, a coleção do Gelson Iezzi consegui atingir até que ponto da grade curricular descrita abaixo:

    1º Período

    Fundamentos Da Matemática Elementar I
    Fundamentos Da Matemática Elementar II
    Metodologia Científica
    PIPE- Metodologia Científica (Prática De Ensino)
    Prática de ensino em fund. De matemática elementar I
    Prática de ensino em fund. De matemática elementar II

    2º Período

    Cálculo Diferencial E Integral I
    Filosofia Da Educação
    Geometria Analítica
    Geometria Euclidiana Plana

    3º Período

    Álgebra Linear
    Cálculo Diferencial E Integral II
    Introdução À Ciência Da Computação
    Língua Brasileira De Sinais

    4º Período

    Álgebra I
    Cálculo Diferencial E Integral III
    PIPE - Metodologia Do Ensino (Prática De Ensino)

    5º Período

    Cálculo Diferencial E Integral IV
    Física Básica I
    Metodologia Do Ensino Da Matemática

    6º Período

    Estágio Curricular Supervisionado I
    Estatística E Probabilidade
    História Da Matemática
    PIPE - Estatística E Probabilidade (Prática De Ensino)

    7º Período

    Estágio Curricular Supervisionado II
    Física Básica II
    Prática De Ensino - Oficina De Prática Pedagógica


    8º Período

    Análise I
    Estágio curricular supervisionado III
    PIPE - Matemática através de projetos (prát. Ensino)
    Prática de ensino - matemática através de projetos
    Trabalho de conclusão de curso I


    9º Período

    Seminário Do Estágio Curricular Supervisionado

    Optativas

    Leitura e produção de texto
    Tópicos Especiais De Educação Matemática
    Tópicos Especiais De Matemática

    Eu concluir o ensino o médio em 2002, tenho 34 anos. O Curso de Matemática terá inicio no mês de Abril, enquanto isso, já estou pesquisando o que utilizar durante ele.

    Forte abraço

    Welton

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Welton! Caminhando ne!

      Obrigado pelas palavras. Me anima muito. Me emociona. Fico feliz em te ajudar de alguma forma.

      Tendo estudado toda a coleção, ela te prepara para quase tudo.

      As cadeiras listadas abaixo, ficam mais fáceis quando se domina essa coleção.

      - Fundamentos Da Matemática Elementar I
      - Fundamentos Da Matemática Elementar II
      - Cálculo Diferencial E Integral I
      - Álgebra Linear
      - Cálculo Diferencial E Integral II
      - Introdução À Ciência Da Computação
      - Álgebra I
      - Cálculo Diferencial E Integral III
      - Cálculo Diferencial E Integral IV
      - Física Básica I
      - Estatística E Probabilidade
      - Física Básica II

      Desejo muito sucesso nessa jornada.

      Abraço!

      Excluir
  2. Essa coleção do Gelson Iezzi <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha preferida: Geometria Analítica. <3

      Excluir
  3. Opa! Obrigado pelas informações. Outra dúvida, existe algum problema em ser edições mais antigas? Porque estou indo pegar os livros usados. Mais uma vez, muito obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Welton!

      O mais recomendável é usar uma edição mais recente. Mas, se não é possível, creio que as versões anteriores ainda podem ajudar muito.

      Bons estudos!

      Abraço!

      Excluir