Como elaborar uma prova "equilibrada"?

COMPARTILHE:

Alguns comentários sobre um texto que recebi que aborda como professores devem elaborar uma prova "equilibrada".

Recebi um documento enviado por um leitor (professor) do blog e resolvi compartilhá-lo aqui e comentar alguns pontos sobre o mesmo. Segundo o leitor, este documento foi enviado para os professores através da coordenação pedagógica. Meus comentários estão em cor vermelha. O título do documento é Como elaborar uma prova "equilibrada".

Segue o texto.

25% de questões "difíceis". Como avaliar se uma questão é difícil para um grupo de alunos?
25% de questões "bem fáceis". Como avaliar se uma questão é fácil para um grupo de alunos?
50% de questões "ao nível do aluno". Nível do aluno? Então são 3 grupos de alunos?

Como elaborar uma prova "equilibrada"?

Usando esse critério:

  • Só os "muito bons" vão conseguir a nota máxima. O que define um aluno ser muito bom? Porque estuda, talvez? Classificar alunos dessa forma é um erro, por mais que esse aluno tenha uma alta ou baixa habilidade em qualquer matéria. 
  • A maioria vai conseguir a nota "média". Nota não qualifica alunos, apenas quantifica.
  • Ninguém se sentiria desestimulado, por encarar uma prova totalmente inacessível. Acredito que só o ato de responder uma prova baseada em vários capítulos de um livro didático, e em seguida ser avaliado se marcou certo ou errado (se for objetiva) algumas questões, já é motivo para uma grande desestimulação. Nosso sistema de ensino atual só nos prepara para fazer provas desde o 1º ano, passando pelo Fundamental, Médio, Superior e ainda mais provas para passar em concursos públicos. Prova não qualifica, apenas filtra. E filtra injustamente.

Vantagens

  • Mesmo os mais fracos conseguem uma nota diferente do desagradável zero. Mais uma vez acho um erro classificar um aluno, o chamando de fraco, por não se dar bem nas provas. É muito fácil jogar a culpa para um aluno, alegando que ele é fraco e não tem habilidades para seguir os estudos nas próximas séries/ano, dar uma nota negativa e seguir a vida como se nada tivesse acontecido. É muito difícil olhar para o nosso trabalho (não somente o professor) e ver que temos uma enorme parcela de culpa quando um aluno é dito fraco. E NÃO É NA PROVA que esse aluno deve ser avaliado em seu rendimento como um todo. Escrevi mais sobre esse tema no artigo Você é um aluno fraquinho!
  • Só os destaques da classe atingem a nota máxima, o que valoriza o esforço extra desses alunos. Aluno fraco, aluno destaque e aluno mediano. Isso deve causar uma exclusão perigosa entre os alunos de uma turma, não?!
  • A maioria (que é a média) conseguirá a nota intermediária. Isso, claramente, não é uma vantagem.

Observações:

  • Por questões difíceis entenda: questões que exigem raciocínio e não apenas "decoreba". Decoreba, não! O mais correto seria PROPRIEDADES MATEMÁTICAS ou no máximo memorização (que também é importante no caso de Matemática). Imagine a seguinte questão na prova do 8º ano: Qual o valor da expressão $1988^{2}-1987^{2}$? A questão quer saber se o aluno domina potenciação e suas propriedades. Se sim, não terá dificuldade. Caso contrário gastará alguns minutos fazendo continhas e mais continhas. Portanto, não é importante que o aluno memorize e/ou entenda $a^{2}-b^{2}=(a+b) \cdot (a-b)$? Isso é decoreba? Não!
  • Não se enquadram nesse quesito perguntas cabulosas nem cobranças além do foi ensinado. Que professor em sã consciência "cobrará" em sua prova, questões cujo conteúdo, ele mesmo não ensinou? O que são questões cabulosas? O que significa "além do ensinado"? Imagine a seguinte situação: dei aula sobre equações do 2º grau no 9º ano e mostrei como se resolve essas equações por fatoração e também usando a fórmula da equação quadrática (Bháskara). Em nenhum exemplo utilizei os coeficientes da equação com frações ou decimais. No entanto, na prova o fiz. Deixei a questão cabulosa com isso? Ora, o aluno do 9º ano traz consigo a bagagem de conteúdos do 6º, 7º e 8º ano, por que não explorar situações onde tais conteúdos foram vistos anteriormente? E quando temos uma questão contextualizada e/ou cotidianizada com um texto introdutório de 7 linhas, mais um gráfico de linha e uma modelagem matemática através de uma equação? Podemos dizer que é uma questão cabulosa? Recentemente vi essa questão da OBMEP: qual é a soma dos algarismos da raiz de $\sqrt{1.111.111.111-22.222}$? É uma questão cabulosa para a turma do 8º ano? Eu testei no 9º ano e ninguém resolveu! Tudo depende de um bom raciocínio e lembrar de como aplicar fatores comuns (conteúdo que inicia no 8º ano).

Métodos que devemos ter na hora de elaborar a prova:

  • Relacionar entre as provas e o dia-a-dia em sala de aula. Não entendi (risos).
  • Tomar como base não apenas o conteúdo, mas também a forma como foi apresentado. Não entendi a parte "forma como foi ensinado" (risos).
  • Enunciado das perguntas claramente. Creio que todo enunciado já é claro, falta aos alunos discernimento e entendimento sobre o que está sendo avaliado. Pelo o amor da minha vovozinha, um aluno pegar uma prova e dizer: não entendi professor, me tire uma dúvida! É inaceitável.
  • Não colocar questões com pegadinha. Não sei o que é pegadinha numa prova. Mais uma vez volto para a essa questão: Qual o valor da expressão $1988^{2}-1987^{2}$? é uma pegadinha? Não! Pegadinha só conheço aquelas do Ivo Holanda.

Minha conclusão

É óbvio que SOMENTE o professor tem a capacidade de avaliar seus alunos e isso não pode ser feito exclusivamente através de uma prova de 10 ou mais questões sobre uma porrada de conteúdos. Sugestão externas são sempre bem-vindas e devem ser utilizadas quando elas condizem com o trabalho que o professor desenvolve durante todo os dias letivos.

Particularmente não adoto provas de múltipla escolha como método avaliativo exclusivo. Há algumas possibilidades/critérios que podemos aplicar num agrupamento de notas objetivas e subjetivas. As subjetivas podem ser:
  • Iniciativa do aluno.
  • Persistência e comprometimento.
  • Atenção e participação ativa durante aulas.
  • Organização de estudos através de um cronograma de horários.
E tudo mais que julgar útil para uma avaliação. Sugiro que leia os seguintes artigo no blog:

COMENTÁRIOS

BLOGGER
Nome

android,27,aplicações matemáticas,119,Aprender Matemática,30,Artigo Convidado,50,Biologia,1,blog,49,Blogger,3,Camisetas de exatas,3,Carl Sagan Day,1,chrome,9,cinema,12,Concursos,3,Curiosidades matemáticas,102,curso online,10,Desafios matemáticos,44,destaque,1,determinantes,3,Dia do Estudante,1,Dia do Professor,10,Diario Escolar Digital,5,Dica de economia,4,dica de livro,32,Dica para professor,43,divulgação,60,E-book,4,Editorial,21,educação,106,ENEM,1,ensino,139,Entrevista,8,eventos,19,excel,24,extensões,11,Facebook,8,feira do livro,4,firefox,2,frações,6,funções,9,geogebra,78,GifsMatemáticos,5,google,42,história da matemática,40,humor,58,IMO,2,InternetJusta,1,iOS,19,iPad,7,iPhone,3,jogos,27,Katex,1,Latex,20,LibreOffice,11,linux,49,Livro GeoGebra,5,Mapa Mental,1,Matemática e profissões,20,Matemático do dia,27,Materiais GeoGebra,23,Mathjax,2,Netflix,7,Noticias,132,OBMEP,1,One Strange Rock,1,Papel milimetrado,4,Pi Day,16,piadas matemáticas,13,PodCast,4,política,3,premiações,7,professor,6,promoção,13,Quiz,22,Resenhas de Livros,1,Resposta Desafios,1,Sebastião Vieira,22,software,18,Software Livre,50,Tabuada,5,TCC,17,Telegram,8,TexMath,4,TIC,32,Top artigos,4,ubuntu,15,Videos,104,wallpapers matemáticos,23,Widgets,26,windows,41,wolfram alpha,30,Youtube,16,
ltr
item
Prof. Edigley Alexandre - O blog para professores e estudantes de Matemática: Como elaborar uma prova "equilibrada"?
Como elaborar uma prova "equilibrada"?
Alguns comentários sobre um texto que recebi que aborda como professores devem elaborar uma prova "equilibrada".
https://1.bp.blogspot.com/-gq7wpXufpO4/XPwRIMNxsTI/AAAAAAABCtE/KK-BCvGdPdsGcECfTA2S4y_W0Tl0VPOkwCLcBGAs/s1600/como-elaborar-uma-prova-equilibrada.png
https://1.bp.blogspot.com/-gq7wpXufpO4/XPwRIMNxsTI/AAAAAAABCtE/KK-BCvGdPdsGcECfTA2S4y_W0Tl0VPOkwCLcBGAs/s72-c/como-elaborar-uma-prova-equilibrada.png
Prof. Edigley Alexandre - O blog para professores e estudantes de Matemática
https://www.prof-edigleyalexandre.com/2019/06/como-elaborar-uma-prova-equilibrada.html
https://www.prof-edigleyalexandre.com/
https://www.prof-edigleyalexandre.com/
https://www.prof-edigleyalexandre.com/2019/06/como-elaborar-uma-prova-equilibrada.html
true
125900602153146940
UTF-8
Carregar mais posts Não foram encontrados posts VER TODOS Leia mais Responder Cancelar resposta Delete Por Início PÁGINAS POSTS VER TODOS RECOMENDADOS PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISE TODOS OS POSTS Não foi encontrada nenhuma correspondência de postagem com sua solicitação VOLTAR Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO PREMIUM ESTÁ BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhar em uma rede social PASSO 2: Clique no link da sua rede social Copiar todo o código Selecioinar todo o código Todos os códigos foram copiados para a área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar