Já segue o canal do blog no Telegram? Conheça o Telegram nesse artigo. É melhor do que o Whatsapp!😍
Camisetas Exatas
Nesse curto post quero apenas relatar algumas mudanças que vi passar durante esses 10 anos que uso o Linux. A comparação é mais sobre os 10 anos que estou utilizando Linux do que, o que mudou do Windows para o Linux.
Em maio deste ano (2019) completo 10 anos de uma mudança radical. Para muitos uma bobagem, pra mim uma mudança de filosofia. A história completa está no artigo 9 anos que uso o Linux na minha vida profissional e um motivo para você não usá-lo.😍 Nele conto sobre como conheci o Linux e como ele se faz presente em minha vida de professor e entretenimento.

Nesse curto post quero apenas relatar algumas mudanças que vi passar durante esses 10 anos que uso o Linux. A comparação é mais sobre os 10 anos que estou utilizando Linux do que, o que mudou do Windows para o Linux.

Antes alguns esclarecimentos rápidos:
  1. Linux não é um sistema operacional. É o kernel, que quer dizer núcleo do sistema operacional (SO). É ele quem faz a ligação entre a máquina (hardware) e o software.
  2. Ubuntu, Xubuntu, Kubuntu, Edubuntu, Fedora, Mandriva, Debian, Mint, OpenSuse, Red Hat, etc., são apenas algumas da principais distribuições (SO) baseadas em Linux.
  3. Geralmente chamamos o sistema operacional de Linux Ubuntu, Linux Xubuntu, etc.

#10yearchallenge 2009: Windows 7. 2019: Linux

Meu primeiro computador

Meu primeiro contato com um computador foi em 1995, com o Windows 95, em um cursinho oferecido pela prefeitura. Somente em 2006 pude comprar meu primeiro computador (Windows XP); um Intel Pentium com 512 MB de RAM e 80 GB de HD, um teclado, mouse, monitor de LCD 14" e só. Três meses depois comprei uma mesa, modulador e impressora.

Segundo computador (notebook)

Um notebook Itautec (tenho até hoje) com processador Intel Centrino Inside Dual Core, 3 GB de RAM e 512 GB de HD. A única peça que troquei até hoje foi o HD, por outro HD SSD de 120 GB. Neste momento rodando o Xubuntu 18.04 LTS, ligando em 10 segundos e desligando em 4 segundos.

Windows e Ubuntu em dual boot

Em 2009 fui apresentado ao Ubuntu, como contei no artigo 9 anos que uso o Linux na minha vida profissional e um motivo para você não usá-lo 😍.

Receoso, criei um dual boot (dois sistemas no mesmo HD) com o Windows 7 e Ubuntu 9.04. Em 2010, abandonei de vez o Windows e passei a utilizar o Linux Ubuntu 10.04.

Por que abandonei o Windows?

  1. Mesmo tendo utilizado Windows XP, Windows 7 e Windows Vista pagos, os demais softwares essenciais como antivírus, Word, Excel, PowerPoint, etc., tinha que pagar também.
  2. Não pagava pelos software essenciais e dependia sempre de seriais e/ou programas craqueados.
  3. Incompatibilidade de software com a minha impressora.
  4. Insegurança.

Por que uso Linux Ubuntu?

Por que uso Linux Ubuntu?

1. Segurança

O ponto principal quando se utiliza um sistema operacional, é a segurança. Quanto a este quesito, o Linux é o mais seguro de todos. Particularmente, não preciso usar nenhum anti-vírus ou qualquer outro programa para combater pragas digitais (exceto um Firewall).

É claro que o Linux não é 100% seguro, mas em comparação com outros sistemas operacionais, conta-se nos dedos a quantidade de vírus que podem afetar o Linux. Já no Windows por exemplo, existem milhares.

2. Facilidade

Já passou o tempo em que o Linux era coisa só para nerds dotados de altíssima habilidade para trabalhar, estudar e realizar diversas tarefas no computador. Atualmente as distribuições Linux (em especial o Ubuntu) conta com uma interface amigável, simples, bonita e de fácil navegação. A necessidade de usar comandos para realizar determinadas tarefas, é nula. Um usuário iniciante não precisará usar tais comandos.

Há algum tempo, extrair arquivos compactados era uma tarefa desafiadora para pessoas que nunca viram um Terminal (correspondente ao Prompt do Windows - CMD). Assim como no Windows, no Linux é possível instalar/desinstalar programas através de um clique.

No ambiente Linux, não há a necessidade de procurar drivers de vídeo, áudio, microfone, touchpad, impressoras, etc. Tudo é configurado automaticamente e as atualizações estão sempre disponíveis nos repositórios oficiais.

Não preciso instalar os drivers da minha impressora HP para digitalizar, escanear, imprimir, copiar, etc. É só plugar o cabo USB da impressora no meu notebook, iniciar o programa e pronto.

Sugiro que leia os artigos Como minhas provas de Matemática são editadas com o LibreOffice Writer 6 e Professor, você realmente precisa do Microsoft Office? O LibreOffice é a suíte de aplicativos padrão em distribuições baseadas no Ubuntu. Veja mais artigos na categoria LibreOffice.

3. Linux é de graça

Se você pode pagar por um sistema operacional que custa uma boa grana, não vejo problema algum nisso. Assim como não vejo problema em adquirir um sistema operacional gratuito, seguro e que oferece uma gama de ferramentas para qualquer tipo de tarefa, independente do profissional que utiliza.

4. Personalizável

Você pode deixar o seu ambiente do Ubuntu Linux com a sua cara. Faça as alterações em todo o desktop do seu PC ou notebook. Altere plano de fundo, ícones, adicione gadgets e muito mais. Ou simples troque o ambiente gráfico completo independentemente da distribuição que estiver usando.

5. Suporte gratuito

Como já citei anteriormente, há dezenas (senão centenas) de comunidades oficiais, blogs, sites e canais no Youtube, que dão suporte gratuito aos usuários Linux, independente da sua distribuição. Como o Ubuntu é a mais famosa, a quantidade de pessoas dispostas a te ajudar é bem maior. Quer suporte para o Windows? Vai ter que pagar, senão tiver um amigo para te ajudar.

6. Sempre atualizado

Por ser um sistema de código aberto, o Ubuntu Linux está em constante atualização. A cada novo bug encontrado pela comunidade, uma nova solução é aplicada praticamente todos os dias. A cada novo lançamento de softwares ou plugins necessários para o bom funcionamento do navegador de internet, por exemplo, o Ubuntu te avisa sobre as novas atualizações. Você escolhe através de um clique quais as atualizações deseja instalar.

7. Maior disponibilidade de softwares educacionais

E essa é a parte que mais adoro. A quantidade de softwares dedicados a Educação é imensa. Os programas variam dos mais simples aos mais avançados e abrangem a todas as disciplinas. Inclusive há uma distribuição Linux que é dedicada somente para esta função. É o caso do Edubuntu. O nome do sistema operacional já diz tudo.

Software educacionais, comunidades, blogs/sites  e canais no youtube especializados em Linux, estão no artigo 7 razões para professores usarem o Linux.

8. Entretenimento

Os sistemas operacionais baseados em Linux nos últimos anos tem recebido grandes novidades no quesito jogos e hardware.

Em 2011 a Dell começou a vender notebooks com Ubuntu no Brasil, com o modelo Inspiron 14, em três configurações e preços diferentes, e vinha com o Ubuntu 9.10. E ainda continua vendendo máquinas cada vez mais poderosas, com o Ubuntu pré-instalado e ainda com placas da Nvidia.

Acabei de ler quando editava esse post: Dell XPS 13 tem novo modelo com Ubuntu 18.04 LTS (25/01/10). Hoje já é possível comprar notebooks Gamer da Dell com o Ubuntu. E o jogos? Ah, vai de Steam ai! A Steam para Linux foi liberado oficialmente em 2012.

Algumas dicas:

  • Quer música? Instale o Spotify!
  • Quer um mensageiro melhor do que o Whatsapp? Instale o Telegram!
  • Qual navegador quer usar? Instale o Chrome, Firefox, Chromium, Opera, Thor, etc.
  • Precisa editar imagens? Use o GIMP
  • Precisar criar/editar imagens vetoriais? Instale o Inkscape!
  • Use qualquer impressora com o programa Xsane.
  • Precisa baixar vídeos do Youtube? Use o ClipGrab!
  • Quer reproduzir música e vídeos? Use o VLC!
  • Quer trabalhar com textos, planilhas, apresentações, etc.? Use o LibreOffice!
  • Quer editar vídeos de forma profissional? Instale o Kdenlive!
  • Quer criar animações 3D, texturização, modelagem, etc.? Instale o Blender!

Pesquise no youtube sobre cursos de cada um desses programas (e outros mais) e irá encontrará muito conteúdo de qualidade.


O que mudou pra mim?

No Windows? Não sei! Nem o notebook da minha esposa tem mais Windows.

Por consequência:
  1. Ninguém me procura mais para formatar computador com Windows;
  2. Instalei o Linux Ubuntu em computadores de diversos amigos;
  3. Não uso mais antivírus.
  4. Não preciso mais usar Word, Excel ou PowerPoint;
  5. Não preciso instalar drivers para a minha impressora funcionar normalmente.

No Linux? Impossível relatar tudo aqui! Olha como era o Ubuntu 9.04 em 2009 e como está agora o Ubuntu 18.04 em 2019 e note as diferenças de interfaces e funcionalidades.

Quando o Linux começou a popularizar-se entre os usuários domésticos, um grande desafio era usar o Terminal, que é equivalente ao Prompt de Comandos no Windows, para instalar programas (fora da Central de Programas), principalmente com os pacotes binários. Como um usuário recém chegado, meu maior desafio foi descompactar arquivos pelo terminal.

Hoje, instalar e remover programas no Linux é uma tarefa tão simples como no Windows, principalmente os pacotes .deb. Clicou, instalou, usou! Extrair arquivos nem se fala.

Como professor, sofri no começo com as ferramentas que nunca tinha utilizado, como o OpenOffice (Texto, planilhas e apresentações), editor de imagens, etc. Como sou curioso, pesquisei, pesquisei e pesquisei.

A acomodação é o seu maior empecilho!
Edigley Alexandre

Edigley Alexandre

Graduado em Matemática pelo DME na UERN em 2007, leciona Geometria, Matemática e Física. Blogueiro Part-Time desde 2007. Membro do extinto Google+ Create em Português. Seu interesse é compartilhar conhecimento matemático interligado à Tecnologia da Informação e Comunicação, assim como artigos de opinião sobre Educação, Matemática e Educação Matemática.

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

2 comentários:

  1. Belo texto! concordo, com tudo o que você disse, em gênero, número e grau.
    Abraços do amigo de MG.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, meu amigo mineiro!

      Obrigado por sua presença aqui e apoio de sempre.

      Abraço!

      Excluir