Seleção com os 30 artigos mais lidos do blog durante 2016.
Até essa data são 863 artigos publicados no blog. Seu alcance tem crescido constantemente, graças a vocês, visitantes anônimos e assinantes do blog, que acessam e compartilham os artigos para os seus amigos. Todo ano lanço essa lista de artigos mais lidos do blog. Como sabe que é o mais lido? Pelo número de interações que o artigo tem no blog e em redes sociais. As pessoas só comentam algo, quando realmente lêem algo.

Acho interessante mostrar o que mais atrai as pessoas neste blog. Afinal, esse "ranking" foi criado pelas pessoas que acessam o blog todos os dias.

O Google Analytics tem uma ferramenta muito legal, que mostra o que cada pessoa que acessa o blog faz aqui, como por exemplo: em que data e horário acessou o blog, se é homem ou mulher, idade, quanto tempo ficou nele, qual artigo acessou por mais tempo, acessou pelo desktop ou dispositivo móvel, acessou o blog através de uma pesquisa no Google ou de uma rede social.
E muito mais.

Os 30 artigos mais lidos do blog em 2016

Essas estatísticas me ajudam a escrever artigos segmentados, dentro das minhas possibilidades, e que expressam o que os leitores buscam ver com mais frequência no blog.

A seguir os 30 artigos mais lidos do blog em 2016.

Não necessariamente são os artigos escritos apenas em 2016. São todos os artigos mais lidos durante o ano de 2016. Portanto, tem artigos de anos anteriores.

1º  - Fórmula de Bhaskara aplicada em dois problemas da vida real

É um guest post (artigo convidado). Foi escrito e enviado por Sebastião Vieira do Nascimento (Sebá). Professor Titular (por concurso) aposentado da UFCG – PB. Mais artigos de Sebá.

2º - Como treinei meu cérebro para me tornar fluente em Matemática

Talvez esse seja o artigo que mais gostei de escrever, pois trata-se de relato pessoal e sinceramente não esperava tanta repercussão. Recebi diversos comentários no blog, por e-mail e redes sociais, que me fizeram chorar algumas vezes. Nesse texto conto o meu processo de aprendizagem durante as séries iniciais na escola até o curso de Matemática.


3º - Aprenda tabuada de forma fácil em horas, não em semanas! [e-book]

Trata-se de um excelente e-book que agora se transformou em um curso online. O título do post parece pretensioso do ponto de vista de quem ensina, mas do ponto de vista de quem aprende é sempre uma barreira.

Leia o artigo

4º - Primeiro os parênteses, depois os colchetes e por último as chaves. Qual a razão para esta ordem?

Na resolução de expressões numéricas que envolvem os símbolos de parênteses ( ), colchetes [ ] e chaves { }, existe uma razão para usar e ordenar estes símbolos?

Leia o artigo

5º - 7 filmes sobre Educação e Matemática para assistir na Netflix agora

Montei uma lista com 7 filmes (agora 8) com temas que giram em torno da Educação e Matemática. Já assisti todos eles e não darei minha crítica aqui, isso cabe a você, dizer se gostou ou não.

Leia o artigo

6º - 10 coisas que não podem faltar para um recém licenciado em Matemática

Acabou de concluir o curso de Licenciatura em Matemática? Descobriu realmente a sua vocação para o ensino? Pretende ansiosamente ser um professor efetivo de Matemática, independente da instituição que irá lecionar?

Leia o artigo

7º - E-book: 10 dicas valiosas para professores blogueiros iniciantes

Desta vez as dicas não são apenas para professores de Matemática e muito menos sobre Matemática ou qualquer outro recurso interessante para as suas aulas. A ideia desta postagem (agora um e-book) surgiu quando visitei vários blogs indicados por e-mail e vejo algumas coisas certas e outras erradas.

Baixe o e-book! É grátis!

8º - 5 dicas importantes para organizar e agilizar todas as suas tarefas docentes

Se você é um professor recém ingressado na licenciatura e não quer perder tempo com algumas tarefas, recomendo que leia este post completamente. Aplique algumas destas dicas quando puder, e para o próximo ano letivo tente praticá-las.

Leia o artigo

9º - O abandono da tabuada e o uso da calculadora em sala de aula

Esse debate é antigo. Pelo menos quando cursava a 4ª série em 1994 (hoje 5º ano) já era discutido sobre usar ou não usar a tabuada. Lembro bem que a professora usava a tabuada em alguns momentos, em outros não. Mas, o trauma mesmo foi quando vi a tabuada pela primeira vez, e como tive que aprendê-la.

Leia o artigo

10º - Como podemos pensar matematicamente?

O pensamento matemático está ficando cada vez mais escasso entre nossos alunos. O nosso papel é tentar dar uma pequena contribuição e fazer com eles abram seus olhos para uma realidade fora do seu mundo também. Nós, professores, temos a capacidade de influenciar nossos alunos. Eles nos vêem como espelhos. É importante que a reflexão da nossa imagem seja copiada, modificada e aplicada para o bem futuro.

Leia o artigo

11º - Reforma Política acabará com os altos salários de políticos e aumentará dos professores

1º de abril. Dia da mentira.

Leia o artigo

12º - 7 razões para você nunca querer ser um professor de Matemática

Quem quer ser professor hoje em dia no Brasil? E de Matemática? Poucos, não é mesmo? Talvez você aponte razões questionáveis como a baixa remuneração, autonomia em queda, pouco valorizado pela sociedade e etc., para quem não quer seguir uma carreira na licenciatura, seja lá qual for a disciplina que lecionará. Mesmo que as estatísticas mostrem o contrário, está cada vez mais difícil encontrar professores de Matemática realmente compromissados com a profissão.

E ainda precisa de 7 razões para você nunca querer ser um professor de Matemática?

Leia o artigo

13º - 5 motivos que fazem alunos odiarem as aulas de Matemática

Talvez para muitos estudantes, odiar uma aula de Matemática, não precisa de motivo algum. Por si só ele já carrega o preconceito de que as aulas de Matemática não servem para nada e que nunca a utilizará em sua vida. Espero que não julguem mal este texto ou interpretem de forma negativa. Perceba bem seu contexto antes de pensar que estou denegrindo a classe que também estou inserido.

Leia o artigo

14º - 10 funções trigonométricas que os professores de Matemática nunca ensinaram para você

Se você é um amante da Matemática e acha linda a palavra Trigonometria, vai gostar de saber que existem outras funções trigonométricas que os professores de Matemática nunca ensinaram para você. Você sabia que além das funções trigonométricas Seno, Cossseno, Tangente, Secante, Cotangente e a Cossecante, há outras 10 funções trigonométricas?

Leia o artigo

15º - 7 razões para professores usarem o Linux

Neste artigo destaco 7 razões para você, professor, utilizar o sistema operacional Linux para organizar e agilizar sua vida profissional, e assim, aumentar sua produtividade em suas aulas, colaborando para o aprendizado de seu aluno. Todas as informações descritas neste artigo, dedica-se a professores de nível fundamental, médio ou superior.

As dicas não se estendem apenas à Matemática, mas também para outras disciplinas como: Química, Física, etc.

Leia o artigo

16º - A Matemática tradicional ainda funciona

A Matemática tradicional ainda funciona, desde que seja ensinada da forma correta.

Muito se discute como deve ser o Ensino de Matemática nas escolas, visando resultados de aprendizagem maiores e melhores, e, principalmente, desmistificar de vez o terror por esta disciplina. Umas das maneiras de tentar chegar a esse ponto, é mostrar como a Matemática pode ser aplicada no nosso dia a dia e também mostrar o lado divertido que a Matemática proporciona. Novas pedagogias educativas, novas tecnologias aplicadas em sala de aula, entre outras centenas de ferramentas possibilitam evidenciar a Matemática, deixando-a mais palpável.

Leia o artigo

17º - 7 coisas que os professores adorariam que os pais ensinassem aos filhos

Você notou que o tempo já virou desculpa para tudo? Tudo mesmo! Mesmo que possa ser aceitável em algumas situações, está cada vez mais fácil colocar a culpa na falta de tempo.

As prioridades dos nossos alunos estão sendo invertidas e quem sofre mais com isso não é somente o professor, que tenta a todo custo colaborar com a aprendizagem do seu filho, mas, os pais também. As consequências para os deslizes mais simples, geram os problemas mais complexos.

Leia o artigo

18º - 5 dicas de aplicativos da Google para Android que todo professor tem que usar

A intenção não é impor a utilização estes aplicativos. Estes aplicativos não farão parte de suas aulas, propondo uma alternativa de aprendizagem entre seus alunos. O propósito destes aplicativos para Android é agilizar e melhorar a administração de suas atividades docentes.

Leia o artigo

19º - Agenda Google com diversos eventos ligados a Matemática programados para 2016

Em janeiro publico a nova agenda com os eventos de 2017. Assine o blog e fique de olho.

Leia o artigo

20º - Deixe o seu aluno dar aula por você

Cada professor tem o seu jeito de ministrar as suas aulas. Independentemente da didática e metodologia empregada, todos os dias suas aulas são aplicadas visando um único objetivo - a aprendizagem dos seus alunos.

Nesta postagem, compartilho o meu modo de dar aula (não é um planejamento). Entenda que não quero que você siga estes passos, mas, se trazer algum benefício para as suas aulas, fique a vontade para colocar em prática.

Leia o artigo

21º - Você é um aluno fraquinho!

Desprezando qualquer forma de barreira psicológica ou patológica que possa impedir que um aluno obtenha um aprendizado satisfatório sobre Matemática, o que determina um aluno fraquinho? O que é um aluno fraquinho? Ou você é um professor fraquinho?

Leia o artigo

22º - A Teoria de Tudo: mais humanidade e menos Ciência

Neste post escrevi um pouco sobre minhas impressões superficiais, pois não sou um expert e crítico de cinema, sobre o filme The Theory of Everything (Título adaptado para o Brasil: A Teoria de Tudo). Por que? Porque adoro cinema, e quando abordam temas ou são cinebiografias de matemáticos, físicos, grandes cientistas, meu gosto triplica e fico ansioso para assistir.

Raramente me atrevo a escrever sobre filmes, porém tentei com este, pois não se trata apenas de uma superação intelectual. Não julgue o título desta postagem como uma crítica. Você não lerá nenhum tipo de crítica aqui. Não contém spoilers.

Leia o artigo

23º - Como "nasce" uma fórmula matemática?

Esta foi a pergunta que ouvi de um dos meus alunos no finalzinho do 4º bimestre de 2014. Confesso que fiquei surpreso com a pergunta, pois se trata de um aluno do 6º ano do Ensino Fundamental 2 (não subestimei, apenas é incomum). Ser professor não é nada fácil. Perguntas como estas aparecem quando você menos espera.

Leia o artigo

24º - A Álgebra Linear por trás do Google

No meu tempo livre (principalmente nas férias), uma das coisas que mais adoro fazer, é pesquisar sobre temas e aplicações matemáticas que ainda não li. Mesmo assim, não me surpreendo com o que encontro, pois sei que ali sempre terá Matemática.

O que me surpreende é perceber que a Matemática ajuda diretamente na compreensão de fenômenos naturais ou não, que muitas vezes nunca imaginamos.

Leia o artigo

25º - 33 materiais para o GeoGebra sobre Funções Trigonométricas que todo professor de Matemática tem que usar

Não é uma imposição, mas bem que poderia ser (risos). A implementação de ferramentas tecnológicas para enriquecer as aulas de Matemáticas pode fazer toda a diferença na aprendizagem de estudantes de nível fundamental, médio e superior.

Leia o artigo

26º - O que falta para o Brasil implementar um novo currículo de ensino? [PodCast]

Segundo estatísticas recentes, uma em cada cinco crianças no Brasil não sabe ler aos oito anos e um levantamento em 25 cidades do país mostra que 75% não sabem médias simples e 63% não resolvem porcentuais. E a tendência é continuar assim.

Como professor de Matemática preocupado e vivenciando a alarmante situação em que estamos, não vejo outra saída, para pelos menos tentar um início evolutivo do ensino no Brasil; a não ser uma reformulação completa na grade curricular.

Leia o artigo

27º - 5 dicas para as aulas de Matemática

Diferente das aulas de outras disciplinas, não desmerecendo a atenção delas, Matemática é a que mais necessita de uma preparação mais detalhada. Uma aula de Matemática nem sempre se resume a cálculos no quadro.

Muitas vezes planejar estruturalmente uma aula, não ajudará muito se o professor não souber como abordar de forma diferente determinado conteúdo, fazendo com que prenda a atenção do aluno. As aulas não podem depender apenas de inovações para ser atrativa, transformar uma aula em um debate, uma conversa informal divertida, aberta e sincera, prende muito mais a atenção dos alunos, do que algum método inovador (não sou contra a inovações, muito pelo contrário).

Leia o artigo

28º - Ninguém precisa tornar a Matemática interessante (O lamento de um matemático)

É sempre bom abrir nossos pensamentos para perspectivas, que até mesmo conhecemos, mas demoramos para entendê-las ou enxergar por um lado que dói mais. Não sei o que estava fazendo na internet que não tinha lido um texto tão claro e que revela situações que pensávamos que sabíamos.

Leia o artigo

29º - Equação do movimento no jogo Angry Birds com o GeoGebra

Construí um applet para o GeoGebra que mostra a equação do movimento em Angry Birds. A ideia deste applet surgiu assistindo o vídeo Angry Birds GeoGebra Project, de 2012. Infelizmente o vídeo não disponibilizou o arquivo GGB para download.

Leia o artigo

30º - Para que serve um matemático e um professor de Matemática?

Há ainda algumas pessoas que confundem o significado do que seja um matemático e ser um professor licenciado em Matemática. Não pense em nenhum adjetivo ofensivo por saber que seu amigo ai do lado ainda não identificou isso. Em vez disso ensine-o. Particularmente prefiro que me chamem de professor de Matemática do que matemático.

O objetivo desta postagem é de destacar e esclarecer superficialmente o meu ponto de vista sobre suas formações, áreas de atuação e até mesmo condições salariais.

Estas informações podem ser úteis para estudantes do Ensino Médio que estão pensando em cursar Matemática e tem dúvidas sobre que carreira seguir.

Leia o artigo

Qual o artigo mais gostou de ler que não está nesta lista?

Comente aqui no blog, no Google+, Twitter, Facebook, Linkedin, ou Pinterest.

Obrigado por estar aqui durante todo esse ano.

Feliz 2017 para você e sua família
Edigley Alexandre

Edigley Alexandre

Graduado em Matemática pelo DME na UERN em 2007, leciona Geometria, Matemática e Física. Blogueiro Part-Time desde 2007. Membro do Google+ Create em Português. Seu interesse é compartilhar conhecimento matemático interligado à Tecnologia da Informação e Comunicação, assim como artigos de opinião sobre Educação, Matemática e Educação Matemática.

Os comentários serão moderados pelo autor do blog. Respondo todas as segundas-feiras, terças-feiras e finais de semana.

É muito bom ler comentários, porém atente para algumas regras muito importantes antes de enviar a sua colaboração para este artigo.


Comente este artigo:

4 comentários:

  1. Olá Edigley! Parabéns pela dedicação e pelo crescente alcance do blog. Acredito que este balanço que fazemos anualmente funciona como um termômetro para o ano que se inicia. Fico muito feliz de ver um blog de matemática prosperar assim, ainda mais de um amigo :) Desejo sucesso ainda maior e que neste ano primo que se iniciará seja propício à realização de seus objetivos! Um grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Kleber! Aproveitando as férias? :D

      É mesmo! Ano primo (risos). Obrigado por sua presença aqui. Sei que não tem muito tempo, assim como eu, mas sempre que dá, passa por aqui.

      Antigamente fazia balanços apenas estatísticos. Hoje prefiro destacar o conteúdo de maior audiência. E sempre que puder, lanço novos artigos com conteúdos baseados nessa audiência.

      Obrigado pelas felicitações. Te desejo apenas muita saúde. O resto você conseguirá com seus próprios esforços.

      Um abraço!

      Excluir
  2. Olá Edigley! Parabéns pelo blog. Conteúdo Excelente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Leo!

      Muito obrigado!

      Fique sempre a vontade para enviar críticas e sugestões.

      Abraço!

      Excluir